Com lançamento previsto para esta quinta-feira em Manaus no Casarão de Ideias, “120 Batimentos por Minuto” é o líder de indicações ao César, o prêmio máximo do cinema na França. A produção concorre em 13 categorias, entre elas, Melhor Filme, Direção para Robin Campillo, Ator com Nahuel Pérez Biscayart e Arnaud Valois, Ator Coadjuvante com Antoine Reinartz, Atriz Coadjuvante com Adele Haenel, Roteiro, entre outros. As informações são do site da Variety.

Ao lado de “120 Batimentos por Minuto”, aparece a comédia ambientada em 1918 “Au revoir la-haut”, de Albert Dupontel também com 13 indicações. Em seguida, estão “C’est la Vie” da dupla de realizadores de “Intocáveis” com 10 nomeações e “Barbara” com nove. As quatro produções se juntam com “Le Brio”, “Patients” e “Bloody Milk” na briga por Melhor Filme.

Nomes importantes do cinema francês estão na disputa do César 2018: Michel Hazanavicius, por “O Formidável” e Mathieu Amalric, por “Barbara” concorrem em Melhor Direção, Juliette Binoche, em “Let the Sunshine In”, e Charlotte Gainsbourg, por “Promise at Dawn”, estão em Melhor Atriz, Louis Garrel, por “O Formidável” e Guillaume Canet, em Rock’n’Roll, estão na briga por Melhor Ator.

Na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, o César indicou os americanos “Dunkirk” e “La La Land”, o russo “Desamor”, os suecos “The Square” e “O Incidente no Nile Hilton” e o belga “L’échange des princesses”. A cerimônia de premiação acontece no dia 2 de março em Paris.

VEJA A LISTA DAS PRINCIPAIS CATEGORIAS DO CÉSAR 2018:

MELHOR FILME

“120 Batimentos por Minuto”

“Au revoir la-haut”

“C’est la Vie”

“Bloody Milk”

“Le Brio”

“Patients”

MELHOR DIREÇÃO

Robin Campillo, por “120 Batimentos por Minuto”

Albert Dupontel, por “Au revoir la-haut”

Mathieu Amalric, por “Barbara”

Julia Ducournau, por “Grave”

Hubert Charuel, por “Bloody Milk”

Michel Hazanavicius, por “O Formidável”

Eric Toledano e Olivier Nakache,  por “C’est la Vie”

MELHOR ATOR

Swann Arlaud, por “Bloody Milk”

Daniel Auteuil, por “Le Brio”

Jean-PIerre Bacri,  por “C’est la Vie”

Guillaume Canet, por Rock’n’Roll

Albert Dupontel, por “Au revoir la-haut”

Louis Garrel, por “O Formidável”

Reda Kateb, por “Django”

MELHOR ATRIZ

Jeanne Balibar, por “Barbara”

Juliette Binoche, por “Let the Sunshine In”

Emmanuelle Devos, por “Number One”

Marina Fois, por “L’Atelier”

Charlotte Gainsbourg, por “Promise at Dawn”

Doria Tillier, por “Mr. & Mrs. Adelman”

Karin Viard, por “Jalouse”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

“Dunkirk”

“La La Land”

“Desamor”

“The Square – A Arte da Discórdia”

“L’échange des princesses”

“O Incidente no Nile Hilton”

Facebook Comments