O drama “A História da Eternidade” se consagrou ganhador do Festival de Vitória deste ano. Produção pernambucana venceu em três categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor (Camilo Cavalcante) e Melhor Ator (Irandhir Santos). Evento terminou nesta quarta-feira (17) com a cerimônia de premiação e a exibição em cópia restaurada do clássico “Macunaíma”.

“A História da Eternidade” está sendo o grande vencedor dos festivais brasileiros de 2014. Filme já havia conquistado cinco troféus no Paulínia Film Festival: melhor filme, diretor, ator (Irandhir Santos) e atriz (Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e Debora Ingrid), além do prêmio da crítica. Longa traz a história de Alfonsina (Débora Ingrid), jovem com 15 anos e que sonha conhecer o mar. Querência (Marcélia Cartaxo) está na faixa dos 40. Das Dores (Zezita Matos) já no fim da vida, recebe o neto após um passado turbulento. No sertão compartilham sobrenome e muitos sentimentos. Amam e desejam ardentemente.

Outro destaque da premiação do Festival de Vitória foi “O Clube”. Dirigido por Allan Ribeiro, produção venceu duas categorias dos curtas-metragens (Melhor Filme e Elenco).

Veja os vencedores do Festival de Vitória 2014:

MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE LONGAS

Melhor Filme 
A História da Eternidade, de Camilo Cavalcante

Melhor Direção 
Camilo Cavalcante, por A História da Eternidade

Melhor Interpretação
Irandhir Santos, por A História da Eternidade

Melhor Roteiro 
Adirley Queirós, por Branco Sai, Preto Fica

Prêmio de Contribuição Artística (Desenho de som)
Branco Sai, Preto Fica

Prêmio Especial do Júri 
Batguano, de Tavinho Teixeira

Melhor Filme – Júri Popular
Entreturnos, de Edson Ferreira

MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS

Melhor Filme 
O Clube, de Allan Ribeiro

Melhor Atriz 
Karine Teles, por Quinze

Melhor ator 
Elenco de O Clube

Melhor Direção de Arte 
Juliano Dornelles, por Loja de Répteis

Melhor Montagem 
Gabriel Martins, por Mundo Incrível Remix

Melhor Concepção Sonora 
Thiago Camargo, por Viagem na Chuva

Melhor Roteiro 
Maurílio Martins, por Quinze

Melhor Fotografia 
Juliane Peixoto e Filipe Acácio, por O Completo Estranho

Melhor Direção 
Gustavo Vinagre, por La Llamada

Prêmio Especial do Júri 
A Cor do Fogo e a Cor da Cinza, de André Félix

Melhor Filme – Júri Popular 
No Devagar Depressa do Tempo, de Eliza Capai

MOSTRA FOCO CAPIXABA

Melhor Filme 
Vitória F.C., de Vitor Graize e Igor Pontini

MOSTRA QUATRO ESTAÇÕES

Melhor Filme 
Canto de Outono, de André Antônio

MOSTRA CORSÁRIA

Troféu Corsário 
Dia Branco, de Thiago Ricarte
O Porto, de Clarissa Campolina, Julia de Simone, Luiz Pretti e Ricardo Pretti
Estudo em Vermelho, de Chico Lacerda

Menção Honrosa
Multidões, de Camila Vieira

MOSTRA OUTROS OLHARES

Melhor Filme – Júri Popular 
Mulheres do Congo, de Sandy Vasconcelos

FESTIVALZINHO DE CINEMA

Melhor Filme – Júri Popular 
#Apaixonadinho, Alexandre Estevanato

MOSTRA DE ANIMAÇÃO

Melhor Filme – Júri Popular 
Guida, de Rosana Urbes

Facebook Comments