Não demorou muito a presença de Matthew Newton no comando de “Eve”. O filme de ação estrelado por Jessica Chastain perdeu o diretor após o surgimento de acusações passadas de assédio e violência doméstica. As informações são do site da Variety.

Em comunicado enviado à imprensa na manhã desta sexta-feira (10), Matthew Newton afirmou sofrer de transtorno bipolar e está em tratamento há oito anos para se reabilitar mentalmente. “Ontem, eu avisei a Jessica Chastain e outros membros da produção que estava abandonando o posto de diretor de “Eve”. Desde o anúncio do filme, as respostas, que são poderosas e importantes, não caíram em ouvidos surdos. Estou profundamente ciente de que tenho a responsabilidade onde falhei no passado. Eu nunca posso desfazer o mal que causei às pessoas com quem me importo e carrego essa vergonha e responsabilidade comigo todos os dias”, declarou.

Nascido na Austrália, Matthew Newton tem 41 anos e fez sucesso com “Who We Are Now” estrelado por Julianne Nicholson, Emma Roberts e Zachary Quinto. Além de diretor de “Eve”, o cineasta escreveu o roteiro do projeto. Ainda não se sabe se o projeto terá continuidade ou não.

Indicada duas vezes ao Oscar (“Histórias Cruzadas” e “A Hora Mais Escura”), Jessica Chastain será vista em dois esperados blockbusters nos próximos anos: “It – A Coisa – Parte 2” e “X-Men: Fênix Negra”. Além destes projetos, a atriz também estará em “Seducing Ingrid Bergman”, “Painkiller Jane”, “The Divison” e “George and Tammy”.

Facebook Comments