Dois projetos do Amazonas foram selecionados no resultado preliminar da primeira fase de seleção do edital Longa BO Ficção. Os projetos são os seguintes: “Enquanto o Céu Não Me Espera” e “Portas”.  Já outros três projetos do Estado foram desclassificados – “Shivanne e Alberto”, “Lenda dos Sonhos” e “Wanderlust”.

A iniciativa é resultado de parceria da Secretaria do Audiovisual do MinC com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), por meio do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Veja a lista completa (clique aqui).

Serão selecionados 10 projetos para a realização de filmes de baixo orçamento, inéditos, de ficção. Os projetos poderão receber até R$ 1.250.000,00. O orçamento total de cada projeto não pode ultrapassar R$ 1.800.000,00.

Os projetos não classificados têm prazo de quatro dias úteis a partir da data de hoje para impetrar recurso, o qual deverá ser realizado exclusivamente mediante o envio de formulário específico para o endereço eletrônico concurso.sav@cultura.gov.br. Não será aceita documentação complementar, nem retificação da documentação apresentada na inscrição. Somente serão considerados na etapa de seleção aqueles documentos anexados no sistema Salicweb no ato da inscrição. Os pedidos de reconsideração não admitem saneamento de pendências e/ou inclusão de novos documentos.

A política de fomento a conteúdos audiovisuais é fundamental para a renovação e permanência do cinema brasileiro. É competência da SAv a descoberta e a formação de novos talentos. O estímulo a produções de longa-metragem de baixo orçamento – conhecido com Longa BO – é uma ação estratégica e fundamental para a formação de novos cineastas.  Além disso, por não ter que se encaixar na lógica mercadológica, o apoio à produção de filmes de baixo orçamento estimula a inovação da linguagem e da estética audiovisual. O incentivo à experimentação é, ainda, uma competência histórica da SAv.

Apesar de ter valores considerados abaixo do mercado, filmes de baixo orçamento, muitas vezes, conseguem alcançar uma boa repercussão nacional – sendo aclamados por público e crítica. Nos últimos 10 anos, a Secretaria do Audiovisual finalizou seis editais para filmes de Baixo Orçamento e teve 38 filmes contemplados. Essas produções participaram de diversos festivais ao redor do mundo, competindo, ganhando prêmios, visibilidade e reconhecimento da crítica especializada.

com informações da assessoria do MinC

Facebook Comments