Sobre o autor(a)

Caio Pimenta

Editor-chefe do Cine Set. Exerce o cargo de diretor de programas na TV Ufam. Formado em jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas com curso de pós-graduação na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo.

Cavalo de Guerra

Quatro anos pode parecer pouco e realmente é. Porém, o hiato de Steven Spielberg com o cinema por esse tempo (o último filme dele foi o fraco “Indiana Jones (...)

Leia mais

Melhores e Piores no Cinema em 2011

2011 é um ano que o cinema deveria esquecer. E provavelmente vai. Nenhum filme conseguiu causar frisson ou mesmo chamou a atenção de maneira geral. Exceções de Harry Porter e Crepúsculo que, pelos inúmeros fãs, sempre causam aquele oba-oba, nada houve de diferente. A lista que você vai conferir abaixo reflete bem isso. Qual desses filmes de todos inclusos será um clássico? Ou será lembrado daqui a algum tempo? Certamente serão poucos ou quase nenhum. Que 2012 traga bons e diferentes ventos ao cinema! MELHOR FILME A Árvore da Vida Meia-Noite em Paris Toda Forma de Amor X-Men – Primeira Classe Exit Through The Gift Shop Explicação: em um cinema tão tolo e rasteiro como o atual, no qual qualquer pensamento é rejeitado e o silêncio de uma bela cena é esquecido, “A Árvore da Vida” é uma belíssima exceção. Com sua filosofia e questionamentos sobre a vida, morte e Deus, o longa é um obra difícil, porém fantástica para aqueles que se propõe a tentar entender toda aquela “loucura” que vemos. MELHOR DIRETOR Terrence Malick – A Árvore da Vida Woody Allen – Meia-Noite em Paris Banksy – Exit Through The Gift Shop Beto Brant – Eu Receberia as Piores Notícias de Seus Belos Lábios Carlos Saldanha – Rio Explicação: nunca fui muito fã de Terrence Malick nem entendia porque tantos astros de Hollywood faziam de tudo para (...)

Leia mais

Rio

Simples e complexo são quase antônimos, mas também são os melhores adjetivos para classificar “Rio”, animação dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha. O filme conta a história da arara macho (...)

Leia mais