No meio dos “Velozes e Furiosos”, “Cinderelas” e “Os Vingadores” lançados em grande escala, o filme ambiental “A Lei da Água” tenta conseguir exibição nos cinemas de Manaus. Para ter essa oportunidade, será necessária a mobilização de cinéfilos e do público em geral através de uma campanha de financiamento coletivo (o famoso crowdfunding) para arrecadar R$ 1.800. Esse valor, segundo os organizadores, é o mínimo necessário para o pagamento de uma sessão na sala no Kinoplex do Amazonas Shopping.

Cada pessoa que contribuir com R$ 20 terá direito a um ingresso da sessão prevista para acontecer na segunda-feira, dia 6 de abril, a partir das 21h. Além de assistir o documentário, o doador terá direito a um convite para o debate com a coordenadora de formação da Rede Sustentabilidade, Muriel Saragoussi e um pôster autografado do filme. De acordo com os realizadores de “A Lei da Água”, o projeto não possui fins lucrativos, sendo todo o dinheiro destinado a comunidades carentes, escolas e cidades onde o acesso às salas de cinema é mais complicado.

Caso o valor de R$ 1.800,00 seja atingido com antecedência, novas contribuições serão possíveis desde que ainda haja ingressos disponíveis. É possível fazer contribuição por meio de cartão de crédito ou boleto bancário. O ingresso será entregue no dia da exibição, no próprio cinema. Caso o valor mínimo do projeto não seja atingido a tempo e a exibição seja cancelada, você receberá de volta o valor que contribuiu. A iniciativa em Manaus conta com o apoio da Fundação Amazonas Sustentável.

O filme

Dirigido por André D´Ellia, “A Lei da Água” aborda o novo Código Florestal Brasileiro e a questão hídrica no Brasil. Durante 16 meses, os realizadores fizeram 37 entrevistas com ambientalistas, cientistas, ruralistas, agricultores e políticos nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Mato Grosso, Paraná e Distrito Federal.

Facebook Comments