O Tempo Passa, filme dirigido por Diego Bauer, lançado em 2016, será exibido neste domingo, 17 de maio, às 5:30 no Canal Brasil. A produção foi pela realizada pela Artrupe, contemplada no Edital de Audiovisual da Manauscult de 2014. 

O curta-metragem de 15 minutos conta a história de Jhone, um garoto de 15 anos que mora com a mãe no bairro da Compensa. É apresentado o seu cotidiano, as amizades do futebol, os vizinhos, a igreja. A sua rotina muda com a chegada de Ismael, o novo namorado de sua mãe. 

As negociações para a compra dos direitos do filme aconteceram durante o Matapi de 2019: “O mercado trouxe pra cá vários players a fim de realizar negócios com as produtoras manauaras, e a gente estabeleceu contato com o Canal Brasil por meio das rodas de conversa. Apresentamos os nossos trabalhos, e ficamos felizes com o fato do filme agora ter mais uma janela de exibição, e num canal que se caracteriza por colocar em evidência diversas produções brasileiras relevantes”, afirma Diego Bauer. 

As gravações do filme aconteceram em dezembro de 2015. Fazem parte do elenco Adanilo, Ítalo Rui, Leonel Worton, Tiziane Virgílio, Isabela Catão e Israel Castro. Para Bauer, uma das características mais importantes do filme é a forma como apresenta o bairro da Compensa: “Moro no bairro ao lado da Compensa, Nova Esperança, então sempre reconheci ali um lugar repleto de histórias, em que a violência está muito  presente, mas que ao mesmo tempo não apaga o senso de humor das pessoas, e uma maneira muito próxima e até doce de se relacionar com o outro. Sempre me pareceu um lugar especial, de relações complexas, e que funciona como um microcosmo potente do que é a cidade de Manaus e as suas muitas contradições”, explica. 

O Tempo Passa é o segundo curta-metragem dirigido por Bauer, que neste ano lançou outro filme, Obeso Mórbido, em que divide a direção com Ricardo Manjaro.

com informações de assessoria

‘Boto – Episódios 4 e 5’: ou pode chamar de ‘Aquela Estrada 2’

“Aquela Estrada” é o mais bem-sucedido curta-metragem do coletivo Artrupe Produções Artísticas. Dirigida por Rafael Ramos, a produção circulou por festivais nacionais importantes como o Mix Brasil, Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo e Goiânia...

‘Boto’ – Episódios 1, 2 e 3: o protagonismo da enigmática Manaus

Se a política pública de regionalização do audiovisual brasileiro adotada na última década tinha como um dos objetivos dar voz a artistas locais apresentarem realidades de locais pouco vistos na TV e cinema, “Boto” consegue ser um representante certeiro deste processo...

‘O Céu dos Índios’: afeto marca fascinante viagem por culturas indígenas

Em sua produção como diretora – que, até então, compunha-se dos curtas Strip Solidão (2013) e Dom Kimura (2016) –, Flávia Abtibol já vinha mostrando uma disposição especial para aproximar-se do mundo de seus personagens: é a empatia a qualidade que redime a narrativa...

‘Travessia’: dor e poesia na dura vida de imigrantes do Haiti em Manaus

Após uma carreira bem-sucedida em festivais com o documentário performático “Maria”, a diretora Elen Linth apostou num projeto de temática igualmente relevante, mas com uma pegada mais diferente. Trata-se de “Travessia”, longa-metragem de não-ficção dirigido em...

‘Príncipe da Encantaria’: simpático curta expande lenda do boto cor de rosa

O Amazonas é repleto de lendas folclóricas, oferecendo um potencial inestimável para produções culturais. Aproveitando essa bagagem regional que Izis Negreiros ("Santo Casamenteiro") escreveu e dirigiu “Príncipe da Encantaria”. A produção é inspirada em uma das lendas...

‘A Última Balada de El Manchez’: sinal aberto para a animação no Amazonas

Certos filmes são mais importantes para história do cinema do que necessariamente bons como um todo. “O Cantor de Jazz” (1927), por exemplo, passa longe de ser um musical memorável, mas, está eternizado como a primeira produção falada da história. Já “Carlota...

‘Noite Escura da Alma’: terror amazonense com ares de parábola bíblica

Em um poema intitulado “A noite escura da alma”, o espanhol São João da Cruz descreve a jornada da alma, desde todas as dificuldades que enfrenta no mundo carnal até a união com Deus. Essa “noite escura” é a prova de fogo derradeira para o crescimento espiritual, como...

‘La Arrancada’: uma boa largada de Aldemar Matias em longas-metragens

Aldemar Matias é um dos principais expoentes do Amazonas no cinema de não-ficção hoje. Seu filmes têm em comum um olhar atento e curioso, mas que respeita a noção de distanciamento para extrair o que de melhor surge das histórias que pretende contar. É...

‘A Goteira’: show de Isabela Catão em filme de altos e baixos

Recentemente, Diego Bauer, integrante da Artrupe Produções e crítico do Cine Set, fez uma lista de cinco atores amazonenses que o cinema local deveria olhar com mais atenção. Isabela Catão estava entre eles e, se alguém por algum caso, torceu o nariz pela...

‘Vila Conde’: retrato simbólico do jogo de poder brasileiro

Por trás do discurso bonito e das aparências, "pessoas de bem" são capazes de fazer monstruosidades. É o que mostra o Brasil atual assim como "Vila Conde", novo curta-metragem de Rômulo Sousa. O jovem diretor local realiza o primeiro filme na ficção após o...