O Oscar 2017 cometeu outra gafe além erro histórico na hora do anúncio de melhor filme. A premiação usou a foto de uma produtora, viva, durante o segmento In Memorian, que homenageia os profissionais do cinema mortos no ano anterior.

Janet Patterson, uma figurinista australiana indicada quatro vezes ao Oscar (por “O Piano”, “Retratos de Uma Mulher”, “Oscar e Lucinda” e “O Brilho de Uma Paixão”), morreu em outubro de 2016.

Seu nome e seu cargo no segmento estavam corretos, mas a foto usada era, na verdade, da produtora australiana Jan Chapman. Em declaração à revista “Variety”, Chapman lamentou o erro.

“Eu fiquei arrasada com o uso da minha foto no lugar da minha grande amiga e colaboradora de longa data Janet Patterson”, disse ela. “Eu pedi para a agência dela checar qualquer fotografia que pudesse ser usada e soube que a Academia disse a eles que estava tudo certo. Janet era uma pessoa linda, quatro vezes indicada ao Oscar, e é decepcionante que esse erro passou. Eu estou viva, bem e continuo na ativa”.

do site UOL

Facebook Comments