Prêmio concedido ao melhor trabalho de diretor estreante, a Câmera de Ouro do Festival de Cannes 2015 foi para “Land and Shade”, de Cesar Augusto Acevedo. Filme é uma co-produção entre Brasil, Colômbia, Chile, França e Holanda.

Este é o terceiro troféu do projeto nesta edição do evento depois de ter conquistado France 4 Visionary Award e o prêmio SACD, a Sociedade dos Autores da Franca. “Land and Shade” tem como protagonista um fazendeiro que volta à antiga plantação de cana de açúcar para cuidar do filho doente, 17 anos depois de ter ido embora.

Outro filme latino bem-sucedido no Festival de Cannes 2015 é “Chronic”. Depois de muitos elogios, a produção dirigida por Michel Franco venceu o prêmio de Melhor Roteiro. Filme traz Tim Roth interpretando David, um enfermeiro que cuida de pacientes em fase terminal.

Facebook Comments