O Oscar 2020 teve um feito histórico: com a vitória de Joaquin Phoenix em Melhor Ator, o Coringa juntou-se ao Don Vito Corleone como os únicos personagens a terem rendido prêmios para diferentes atores. Na saga comandada por Francis Ford Coppola na década de 1970, Marlon Brando ganhou Melhor Ator no longa original (1973), enquanto Robert De Niro venceu fazendo a versão mais jovem do maior mafioso da história do cinema (1975). Já o antagonista do Batman rendeu uma estatueta póstuma para Heath Ledger, por “O Cavaleiro das Trevas” (2009), e, agora para Phoenix (2020). 

Em comum, Don Vito Corleone e Coringa simbolizam dois dos grandes anti-heróis da história do cinema e da cultura pop. Segundo artigo publicado no blog da Betway Cassino, são figuras muito longe do ideal ético e moral da nossa sociedade, mas, que devido aos seus conflitos, complexidades e possibilidade de terem atitudes às quais nunca iremos (ou devemos) fazer, acabam ganhando a admiração do público.  

É como se a plateia criasse um acordo com aquela figura: dentro daquele tempo-espaço da narrativa fílmica e do ambiente da sala de cinema, local da suspensão da realidade, tais atos fossem toleráveis em prol do entretimento e/ou diversão. 

Sendo assim, o fascínio pelos anti-heróis está presente nos cinemas desde seus primórdios seja pelos assaltantes do clássico “O Grande Roubo do Trem” (1903) passando pelos faroestes iniciais até chegar à primeira versão de “Scarface – A Vergonha de uma Nação”, de 1932. O sucesso comercial e de crítica da obra-prima de Howard Hawks permitiu com que Hollywood explorasse este filão ainda mais. 

Anti-heróis dos mais variados tipos surgiram no cinema americano: dos mais perturbados pelos problemas sociais como Alex DeLarge (“Laranja Mecânica”), William “D-Fens” Foster (“Um Dia de Fúria”), Tyler Durden (“Clube da Luta”) e Travis Bickle (“Taxi Driver”); os agentes da lei de moral duvidosa como Harry Callahan (“Perseguidor Implacável”) e Jimmy ‘Popeye’ Doyle (“Operação França”); os psicopatas Hannibal Lecter (“O Silêncio dos Inocentes”) e Patrick Bateman (“Psicopata Americano”); os vingativos Max Rockatansky (da série “Mad Max”) e A Noiva (“Kill Bill Vol 1 e 2”); até os excêntricos Jack Sparrow (“Piratas do Caribe”), Loki (Universo Marvel) e Deadpool (“Deadpool 1 e 2”). 

O cinema brasileiro também se aproveitou dos anti-heróis para criar personagens icônicos, principalmente, Zé Pequeno, de “Cidade de Deus”, e Capitão Nascimento, de “Tropa de Elite”. A televisão americana entrou na onda deste tipo de personagens em sua Era de Ouro ao consagrar Tony Soprano (“Os Sopranos”), Don Draper (“Mad Men”), Gregory House (“House M.D”) e Walter White (“Breaking Bad”). 

Pensando em revelar mais detalhes deste universo de personagens assustadores e fascinantes, o infográfico produzido pelo site de roleta online Betway, mostra as características dos cinco anti-heróis mais conhecidos do mundo do cinema e cria um ranking levando em consideração os seguintes fatores: crueldade, empatia e nível de moralidade. 

Matapi, NordesteLAB e SAPI se unem para debates online sobre o audiovisual

Com o objetivo de promover conexões e discutir os desafios enfrentados pelo setor audiovisual pré, durante e pós-pandemia, terá início, a partir do dia 4 (quinta-feira), o ciclo de encontros online do audiovisual em todos os eixos. A iniciativa é realizada pelos...

Turismo no Brasil: como se relaciona com o cinema?

As viagens são uma das atividades favoritas das pessoas no século XXI e a escolha dos seus destinos de viagem tem várias motivações. Um dos aspetos que influencia a escolha do Brasil como destino de viagem são seus filmes. Venha saber como o cinema se relaciona com o...

MUBI disponibiliza longa dirigido pelo amazonense Aldemar Matias

Plataforma dedicada a produções do circuito de arte e clássicos do cinema mundial, o MUBI disponibiliza "A Arrancada" pelos próximos 28 dias. O longa-metragem de 63 minutos tem direção do amazonense Aldemar Matias. A produção concorreu na Mostra Panorama, a segunda...

TV Brasil estreia animação totalmente produzida no Pará

Brincadeiras tradicionais da cultura popular amazônica ganham as telinhas de todo o país na estreia do desenho animado Brinquedonautas, produção inédita que a TV Brasil apresenta a partir desta segunda (18), às 8h30. O seriado paraense mostra aventuras de cinco...

Canal Brasil exibe curta amazonense ‘O Tempo Passa’ neste domingo

O Tempo Passa, filme dirigido por Diego Bauer, lançado em 2016, será exibido neste domingo, 17 de maio, às 5:30 no Canal Brasil. A produção foi pela realizada pela Artrupe, contemplada no Edital de Audiovisual da Manauscult de 2014.  O curta-metragem de 15 minutos...

TV UFAM exibe série amazonense ‘Transviar’ e, em breve, ‘O Boto’

Duas importantes e inéditas séries produzidas no Amazonas ganham espaço na TV UFAM. Desde a última sexta-feira (3), "Transviar" está em exibição diária, sempre às 23h, dentro do programa Cine Narciso Lobo. A cada edição, serão dois episódios com exibição inédita a...

ASSISTA: ‘Obeso Mórbido chega à internet após premiações em festivais

Dirigido por Diego Bauer e Ricardo Manjaro, "Obeso Mórbido" chega à internet, disponibilizado gratuitamente, nesta quarta-feira (8) no canal do Vimeo da Artrupe Produções Artísticas. Ao todo, o filme passou por sete festivais, dentre eles alguns dos de maior prestígio...

Curta do Amazonas é atração de festival online na itália

A quarentena imposta pelo governo da Itália devido à pandemia da COVID-19, o novo coronavírus, levou ao surgimento do International Tour Film Festival (ITFF). O evento online e gratuito, com sessões feitas no Facebook em dois horários ao dia, reúne produções feitas ao...

Cinemas em Manaus suspendem exibições a partir desta quinta-feira

A pandemia do coronavírus levará à paralisação quase completa dos cinemas de Manaus. Apenas o Centerplex, no Shopping Grande Circular, localizado na zona leste da capital, manterá as atividades com três das cinco salas nesta quinta-feira (19). Todos os demais...

Mostra de Filmes do Cine Set na Casa do Jazz está interrompida

A mostra de filmes do Cine Set na Casa do Jazz, localizado no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus, está interrompida a partir desta terça-feira (17). A decisão segue medida preventiva e atende a recomendação do Ministério da Saúde e do Governo do Amazonas para...