A onda de revelações de casos de assédio sexual em Hollywood continua a todo vapor. Agora, é a vez do criador de “Mad Men”, Matthew Weiner, ser acusado. A vítima é a roteirista da série, Kater Gordon, e o fato ocorreu em 2008, quando o programa ainda estava no ar. As informações são do site da Variety.

A roteirista alega que Weiner pediu a ela que a visse nua. Ela afirma ter ficado assustada e tentou fingir que o pedido não aconteceu. Por medo de perder o emprego, Gordon disse que preferiu não contar o fato a ninguém, revelando o ocorrido somente agora após a série de denúncias feitas por vítimas de Harvey Weinstein, Brett Ratner, Kevin Spacey, Dustin Hoffman, entre outros.

Ganhadora do Emmy em 2009 por “Mad Men”, Gordon começou a carreira como assistente pessoal de Weiner, virou assistente da equipe de criação do roteiro da série estrelada por Jon Hamm até virar roteirista.

Procurado pela imprensa americana, Matthew Weiner disse que não se recorda do fato e que a situação detalhada pela roteirista não corresponde com as atitudes cotidianas dele.

Facebook Comments