Em seu novo longa, Christophe Honoré reimagina “Um Conto de Natal” como uma comédia sexual francesa. “On a Magical Night”, exibido no Festival de Londres, tem em seu centro uma Chiara Mastroianni vulnerável e imperdível em uma performance premiada na mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes, onde estreou.

Diferentemente do protagonista da obra de Charles Dickens, a avareza da professora universitária Maria (Mastroianni) não é financeira, mas sentimental: durante os anos de seu casamento com Vincent (Benjamin Biolay), ela se tornou fechada e reservada, tendo infinitos casos extraconjugais com homens mais novos para estancar uma necessidade afetiva que ela não conseguia mais repassar ao marido.

Após uma dessas escapulidas, Vincent acha mensagens comprometedoras em seu celular e a confronta, o que a faz sair de casa e passar a noite em um hotel do outro lado da rua. Lá, ela é visitada por uma versão de 20 e poucos anos de Richard (Vincent Lacoste), bem como por todos os seus ex-affairs extraconjugais – e é forçada a encarar seu passado de frente.

Uma visitante em particular chega com uma proposta indecente: Irène (Camille Cottin), a amante que Richard largou na juventude para se casar com Maria, aparece pedindo permissão para reconquistar seu antigo amor. Ela, encantada em encontrar a versão de Richard pela qual se apaixonou décadas antes, permite que Irène tente a sorte com a versão mais velha do marido. 

‘O amor é sempre um lugar compartilhado 

O desencadear da trama, também escrita por Honoré, é uma grande discussão marital recheada de elementos fantásticos. Vincent é o homem que, diante de uma decepção conjugal e o retorno de seu antigo amor, se pergunta se tomou a decisão certa. Maria, por sua vez, é um ser muito mais multifacetado.

Ela acredita no amor, mas mente para si mesma sobre a sua natureza (quem nunca?). Maria não mostra um pingo de remorso por conta de suas puladas de cerca e sempre encontra justificativa para seu comportamento. Durante a briga com Richard, a protagonista chega a afirmar que traições são a maneira como casamentos longevos sobrevivem.

Ao romantizar o passado, ela se prende à versão de Richard que ficou para trás e, por conta disso, sempre procura homens novos para ter de novo a paixão de outrora. Seu marido, no entanto, chega ao cerne dessa questão ao concluir, por volta dos 50 minutos de filme: “o amor é sempre um lugar compartilhado, um passado”.

No final das contas, “On a Magical Night” é uma fábula sobre se reconciliar com o passado que confia na audiência o suficiente para fazer perguntas pertinentes sobre o amor. Com um design de produção impecável (cortesia de Stéphane Taillasson) e charme de sobra, o filme rende uma excelente sessão a dois – ainda que com um leve risco de DR. 

‘Delia Derbyshire: The Myths and Legendary Tapes’, o retrato multifacetado de uma viajante do tempo

https://www.youtube.com/watch?v=CM8uBGANASc O tradicional seriado “Doctor Who” completou 57 anos em novembro de 2020. A música-tema - um dos primeiros inteiramente eletrônicos criados para a televisão - entrou para os anais da ficção científica e, ainda que diversos...

‘David Byrne’s American Utopia’, a sequência espiritual de ‘Stop Making Sense’

Em certo ponto de "David Byrne's American Utopia", filme que registra o recente show que Byrne apresentou na Broadway, o músico faz questão de lembrar o público do Teatro Hudson, em Nova York, de que tudo o que eles estão ouvindo é gerado ao vivo. Ele admite não ter...

‘Cicada’: delicado romance marcado por traumas masculinos

Com uma poderosa abordagem sobre traumas masculinos, "Cicada" é um corajoso drama que aponta Matthew Fifer como uma nova voz do cinema queer dos EUA. O filme de Fifer e Kieran Mulcare, que estreou no Festival Outfest em Los Angeles e foi exibido no Festival de Londres...

‘Ammonite’: um cansativo sub-‘Retrato de uma Jovem em Chamas’

Depois do sucesso de seu primeiro longa, "O Reino de Deus", Francis Lee torna a apostar em um romance LGBT em sua nova produção, "Ammonite". No entanto, as semelhanças entre os filmes acabam por aí. Mesmo contando com performances poderosas de Kate Winslet e Saoirse...

‘A Voz Humana’: Tilda Swinton hipnotiza em Almodóvar menor

Unindo dois titãs do cinema, "A Voz Humana" é um filme cuja primeira foto de bastidor já foi suficiente para quebrar a internet cinéfila. A visão do diretor espanhol Pedro Almodóvar ao lado da atriz britânica Tilda Swinton veio cheia de promessa e o curta - que...

‘Um Crime Comum’: angústia da culpa domina belo thriller argentino

Combinando thriller psicológico e drama social, "Um Crime Comum", novo filme de Francisco Márquez, vê uma mulher entrar em colapso diante de um senso de culpa coletiva. Uma co-produção Argentina-Brasil-Suíça, o longa, que estreou na Berlinale, marca a única presença...

‘Another Round’: Mads Mikkelsen arrasador em comédia ácida

Se você queria ver Mads Mikkelsen bebendo até cair e mostrando um certeiro timing cômico, você acaba de achar seu filme do ano. "Another Round", longa de Thomas Vinterberg que estreou em Toronto e foi exibido no Festival de Londres deste ano, reúne o cineasta com o...

‘Fábulas Ruins’: conto italiano totalmente perdido

Era uma vez, nos subúrbios de Roma, crianças que tentaram sobreviver às férias de verão a despeito de seus pais e responsáveis. Esse é o mote de "Fábulas Ruins", drama italiano que estreou na Berlinale - onde ganhou o prêmio de melhor roteiro - e foi exibido no...

‘El Prófugo’: suspense digno dos clássicos do ‘Supercine’

Após um evento traumático, uma dubladora se vê às voltas com um estranho fenômeno em "El Prófugo", suspense argentino que estreou na Berlinale e foi exibido no Festival de Londres deste ano. Depois de brincar com a comédia policial em seu primeiro longa "Morte em...

‘Never Gonna Snow Again’: curiosa história de um super-herói do leste europeu

De uma terra desolada pela radiação, um viajante chega a uma cidade e, com estranhos poderes, se dedica a mudar a vida de seus habitantes. "Never Gonna Snow Again", drama polonês exibido no Festival de Londres deste ano, pode não pertencer à franquia da Marvel ou da...