Selecionado pelo Amazônia das Artes, projeto do Sesc, que contempla a divulgação da produção independentes, o curta “Pandorga”, do diretor mato-grossense Maurício Pinto, será exibido nesta sexta-feira (10), no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), às 14h, dentro da programação que contempla produções dos demais estados integrantes da Amazônia Legal como Maranhão, Tocantins, Acre, Pará, Amapá, Rondônia e Amazonas.

Road movie ambientado no cerrado do Mato Grosso, “Pandorga” conta a história de um casal, vivido pelos atores Álamo Facó e Ella Nascimento, que, acompanhados de um envelope que guarda o futuro, decide viajar numa estrada cheia de memórias e sentimentos. As reflexões e acontecimentos no caminho podem reconstruir sua história.Transitando numa linha tênue entre a ficção e o documentário, e provocando ainda mais essa discussão, o curta têm personagens e momentos de representação do real.

“Pandorga” é uma palavra usada na região da baixada Cuiabana para designar a pipa, o papagaio, herança dos tempos em que a fronteira entre o Brasil, Paraguai e Bolívia eram ainda muito tênues. A palavra designava, inicialmente, uma festa com beberrões que andavam em zigue-zague pelas ruas com seu movimento inconstante, daí o motivo de passar ser referência para o brinquedo no céu. Na simbologia, pandorga remete à ascensão ou elevação espiritual e/ou intelectual do indivíduo. Assim como os personagens que são tomados por uma nova descoberta, uma nova consciência surge ao final do trajeto que acompanhamos na história.

A sessão é gratuita e contará, na sequência, com debate sobre a produção audiovisual independente, conduzida pelo diretor que também assina o roteiro.

com informações de assessoria

Facebook Comments