A turbulência causada pela demissão de James Gunn de “Guardiões da Galáxia 3” está afetando o andamento do projeto. O maior impasse é o duelo entre a Disney e os atores, especialmente, Dave Bautista, intérprete de Drax. Em entrevista ao talk-show ‘The Jonathan Ross Show’, o ator afirmou que cogita não voltar mais a trabalhar com o estúdio do Mickey. As informações são do site Deadline.

Durante a conversa, Dave Bautista voltou a defender James Gunn e comentou sobre a parada na produção do terceiro “Guardiões da Galáxia”. “Eles estão parando o filme. Está interrompido por tempo indefinido. Para ser honesto com você, não sei se quero voltar a trabalhar para a Disney”, declarou. O apresentador Jonathan Ross salientou que o fato não é comum dentro da indústria de Hollywood, enquanto o outro convidado, Kevin Hart, brincou com a situação para dar uma amenizada no clima.

Responsável pelo dois primeiros filmes de “Guardiões da Galáxia”, James Gunn foi demitido do terceiro longa após o aparecimento de tweets antigos do diretor com comentários de tons pedófilos. Mesmo com uma carta pública feita pelas estrelas do projeto como Chris Pratt, Zoe Saldana, Vin Diesel, Bradley Cooper, além do próprio Dave Bautista, a Disney não quis voltar atrás e manteve a saída do cineasta.

Facebook Comments