O cinema perdeu um dos maiores diretores de fotografia de sua história. O alemão Michael Ballhaus morreu aos 81 anos no apartamento onde morava, em Berlim. Ao longa da carreira, ele foi um grande parceiro de Martin Scorsese. As informações são do site da Variety.

A carreira de Michael Ballhaus começou em 1971 em “Whity”, de Rainer Werner Fassbinder. Em seguida, o diretor de fotografia participou de uma série de outras produções do cineasta alemão, incluindo clássicos como “O Casamento de Maria Braun” e “Lili Marlene”. O grande parceiro de trabalho, entretanto, veio com Martin Scorsese em filmes como “Depois das Horas”, “A Cor do Dinheiro”, “A Última Tentação de Cristo”, “A Era da Inocência”, “Os Bons Companheiros” e “Gangues de Nova York”. O Oscar veio em 2007 com “Os Infiltrados”.

Em 2014, o diretor de fotografia lançou a autobiografia , “Bilder im Kopf”, em que ele aborda a gradual perda de visão por glaucoma. No último Festival de Berlim, ele recebeu o Urso de Ouro pelo reconhecimento ao grande trabalho exercido ao longo da carreira.

Facebook Comments