Depois do sucesso de “O Destino de uma Nação” indicado a seis Oscars, Joe Wright já anunciou o novo filme da carreira. O cineasta britânico estará à frente de “A Mulher na Janela”, adaptação do best-seller escrito por A.J Finn. A ganhadora do Pulitzer, Tracy Letts, será a roteirista do projeto. A produção fica por conta de Scott Rudin (“A Rede Social” e “Onde os Fracos Não Têm Vez”) e Eli Bush (“Lady Bird”). As informações são do site da Variety.

“A Mulher na Janela” é um suspense sobre Anna Fox, mulher que mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e  espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir.

Joe Wright iniciou a carreira com o bem-sucedido “Orgulho e Preconceito” e, em seguida, emendou o elogiado “Desejo e Reparação”. “O Solista”, “Hanna”, “Anna Karenina” e “Peter Pan” foram os outros longas antes de “O Destino de uma Nação”. O britânico também está cotado para dirigir “Stoner”, adaptação do romance de John Williams.

Facebook Comments