Disponível no catálogo da Netflix, o thriller erótico “Desearas: Al Hombre De Tu Hermana, encara uma dura acusação desde o lançamento ocorrido neste mês. Usuários de redes sociais criticam a obra argentina de conter uma cena com pornografia infanto-juvenil. O motivo seria uma sequência de orgasmo de uma adolescente que se masturba pela primeira vez após assistir um faroeste de John Ford utilizando um travesseiro como se fosse um cavalo em uma brincadeira com uma amiga.

O diretor Diego Kaplan resolveu entrar no debate e defendeu o projeto. Segundo ele em comunicado divulgado no site Indiewire, as cenas em questão foram feitas com todo o cuidado possível e as garotas estavam acompanhadas das mães.

“”Desejarás” é um filme. Quando vemos um tubarão comendo uma mulher no cinema, ninguém acha que a mulher realmente morreu ou que o tubarão era real. Nós trabalhamos em um mundo de ficção; e, para mim, antes de ser diretor, sou pai. É claro que essa cena foi filmada usando um truque, as garotas estavam copiando uma cena de caubói de um filme de John Ford. As garotas nunca entenderam o que estavam fazendo, estavam apenas copiando o que estavam vendo na tela. Nenhum adulto interagiu com as meninas, a não ser o treinador de crianças. Tudo foi feito sob a vigilância cuidadosa das mães das meninas. Porque eu sabia que esta cena poderia causar controvérsia em algum momento. Temos o “Making Of” de toda a cena. Tudo funciona dentro da cabeça dos espectadores, e como você acha que esta cena foi filmada dependerá do seu nível de depravação“, declarou Kaplan.

Lançado na Argentina no ano passado, “Desearas: Al Hombre De Tu Hermana” acompanha a história do reencontro de duas irmãs após sete anos durante um casamento. O marido da noiva e uma delas se encontram tudo muda com direito a muito desejo e sexo.

Facebook Comments