O cineasta americano Mike Nichols morreu após sofrer um ataque cardíaco na noite de quarta-feira (19). A informação foi confirmada pelo presidente da ABC News, James Goldston, em nota no site da emissora.”Ele era um verdadeiro visionário, ganhou os maiores prêmios por seu trabalho como diretor, roteirista, produtor e humorista, e foi um dos poucos que venceu o EGOT – Emmy, Oscar, Grammy, Oscar e Tony – durante a carreira. Ninguém era mais apaixonado por seu ofício do que Mike”, declarou o executivo.

Nichols começou no cinema dirigindo o clássico “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?” com Elizabeth Taylor e Richard Burton. Em seguida, comandou o clássico “A Primeira Noite de um Homem” com Dustin Hoffman. Filme lhe rendeu a estatueta de Melhor Diretor do Oscar de 1968 e marcou o nome do cineasta em um processo de renovação do cinema americano.

Entre outros filmes de sucesso estão “Silkwood – O Retrato de uma Coragem” (1983) com Meryl Streep, “A Difícil Arte de Amar” (1986) com Streep e Jack Nicholson, “A Secretária do Futuro” (1988) com Harrison Ford, “A Gaiola das Loucas” (1996) com Robin Williams e Gene Hackman, “Segredos do Poder” (1998) com John Travolta. Nichols se tornou ainda mais conhecido pela atual geração ao comandar o romance “Closer – Perto Demais” estrelado por Natalie Portman, Julia Roberts, Jude Law e Clive Owen. O último projeto do cineasta foi a comédia política “Jogos do Poder” com Tom Hanks e Julia Roberts.

Nichols nasceu em Berlim em 1931, mas, com a ascensão do nazismo se mudou para os EUA com a família aos sete anos de idade. Nos anos 50, chegou a cursar medicina na Universidade de Chicago, porém, largou após se envolver com o mundo do teatro e da comédia. Casado a apresentadora da ABC News, Diane Sawyer, ele deixa três filhos e quatro netos.

MIKE NICHOLS (1931 – 2014)

Facebook Comments