Voltado para premiar diretores estreantes, o prêmio Câmera de Ouro terá como presidente do júri a cineasta suíça Ursula Meier no Festival de Cannes 2018. O anúncio foi feito na terça-feira (27) pelo evento francês. No ano passado, a função ficou com a atriz Sandrine Kiberlain. As informações são do site da Variety.

Ursula Meier traz dois filmes na carreira de diretora e roteirista: “O Lar” (2008) e “Minha Irmã” (2012). Por esta segunda produção, ela recebeu o Urso de Prata do Festival de Berlim. “Radical e poética, o primeiro longa dela é uma fábula curta com luz pálida e fotografia quente. O segundo é um conto moderno na forma de uma crônica familiar sóbria e pungente. Desde 1994, Ursula Meier tem trazido uma filmografia consistente para enfatizar a complexidade do mundo”, justificou a escolha a organização do Festival de Cannes.

“O primeiro filme é um lugar de todas as possibilidades, de toda audácia, todos os riscos, toda a loucura. É comum dizer que você não deve colocar tudo de si no primeiro trabalho, mas, é justamente o oposto: na verdade, você tem que dar de tudo em todos os projetos, enquanto sempre preserva dentro de si mesmo aquele desejo original, vital, brutal e selvagem da primeira vez”, afirmou Ursula.

Facebook Comments