Maior premiação da animação nos EUA, o Annie Awards consagrou o sucesso da Pixar, “Divertida Mente”. A produção levou 10 prêmios, incluindo Melhor Filme, Melhor Direção para Pete Docter, Melhor Roteiro e Melhor Dublador para Phyllis Smith, intérprete da personagem Tristeza. Com a vitória, o longa assume favoritismo absoluto na disputa pelo Oscar da categoria.

O Brasil, entretanto, não tem do que reclamar. “O Menino e o Mundo” ganhou como Melhor Produção Independente. O filme nacional superou o rival japonês no Oscar, “As Memórias de Marnie“, o longa de Salma Hayek, “El Profet“, e “The Boy and the Beast“.

A vitória de “O Menino e o Mundo” o coloca como o principal rival de “Divertida Mente” na briga pelo Oscar de Melhor Animação. Apesar da disputa ser muito difícil, o longa brasileiro pode ser considerado o filme de arte e candidato internacional a desbancar o favoritismo da obra da Pixar.

Facebook Comments