Inaugurada há pouco mais de um ano, a Casa Miga presta um importante serviço em Manaus: o acolhimento de LGBT+ em situação de vulnerabilidade social, especialmente, os refugiados venezuelanos. A história destas pessoas será levada para as telas no documentário “Hazte Sentir” com lançamento previsto para este sábado (15).

A sessão gratuita começa a partir das 18h no Les Artistes Café Teatro, localizado na Avenida Sete de Setembro, 377, no Centro de Manaus.

O documentário é uma parceria da Casa Miga com Dieter Deswarte, professor na University College London. Ele passou um mês em Manaus para fazer o projeto e ainda realizou oficinas para ensinar os abrigados a aprender como manusear câmeras, fazer e editar vídeos.

Segunda a organização, o curta “conta a história de alguns dos atuais e antigos moradores da casa e explora como eles vivem na cidade de Manaus. Uma visão íntima e sincera das vidas de um grupo de pessoas que são frequentemente evitadas e negligenciadas pela sociedade”.

Além do documentário, haverá uma apresentação da DJ Naty Veiga e sorteios para o público presente. O evento é organizado pelo movimento Manifesta LGBT+.

‘Vida em Plutão’: a esperança como antídoto da dor da perda move simpático curta

Inúmeros filmes possuem a enfermidade como um dos elementos que compõe a narrativa. Seja em filmes que mostram o drama de amantes com o problema ou de algum membro da família. E entre esse último exemplo, existem aqueles que se passam sob a ótica infantil, como Sete...

‘Adeus à Carne’: dor e vingança em ótimo curta sobre violência contra a mulher

A cultura do estupro e o assédio sexual são assuntos permanentes dentro das pautas sociais do Brasil e do mundo atual – a própria indústria do cinema vivenciou isso com o escândalo Harvey Weinstein e o surgimento do #MeToo. Dedicada em abordar essas temáticas sociais...

‘Papa-Figo’: eficiente reimaginação da lenda do homem do saco

A imaginação é um dos principais elementos da infância. Quando criança, o ser humano consegue transformar as mais adversas situações em algo mágico e quase real, seja essa uma brincadeira de armas de nerf ou, no caso de Papa-Figo, o medo por...

‘Do Outro Lado’: found footage raiz sem inovação made in Tocantins

Nenhum demônio, monstro ou vilão é mais forte do que o found footage. Quando você pensa que ninguém mais vai fazer algo do tipo, o subgênero do terror resiste mesmo após ter sido explorado à exaustão desde “A Bruxa de Blair” (1999). A vez agora é do cinema...

‘Aquarela’: os efeitos da cultura punitivista em quem não tem culpa

Durante minha época de editor do G1 Amazonas, recordo de um release da Polícia Civil sobre a prisão de um rapaz com mais de 20 anos. O crime? O furto de um celular. No fim do texto, como de praxe, informava onde o caso seria investigado e que o 'infrator'...

‘A Mão que Afaga’: curta tragicômico de olhar sensível sobre a solidão

Lançado em 2012, o curta de ficção A Mão que Afaga da diretora baiana Gabriela Amaral Almeida se destacou em diversos festivais nacionais e internacionais. No Festival de Brasília daquele ano, faturou 7 prêmios candangos, inclusive, superou o...

‘Tetê’, de Clara Lazarim: declaração de amor a uma voz

Quando se fala em Tetê Espíndola, o grande público tende a lembrar da voz aguda que cantava sobre um amor “escrito nas estrelas” em programas de auditório nos anos 1980 e que marcou a infância de muita gente ao aparecer cantarolando junto com a Turma da...

‘Nada’: belo curta mineiro sobre as dúvidas do início da fase adulta

Como é estranha e confusa essa tal vida adulta. O “corre” que nunca termina, os prazos, os compromissos, os sacrifícios, o medo de ser visto como diferente, de ser posto à margem, de se encontrar só consigo mesmo. Como tomar parte nesse mundo? Como fazer...

Tentei: entrelinhas a favor da discussão sobre violência contra a mulher

No curta-metragem paranaense Tentei, Lais Melo tem o seu ponto mais forte no encontro entre a potência da temática e a sutileza com que a diretora expõe (ou oculta) as violências sofridas pela protagonista. Por violência, entenda-se a física, mas também a...

‘Torre’: a vitória do afeto contra a violência do regime militar

Nossa memória é formada por lembranças que estão na consciência. Neste processo, a atenção é fundamental, sendo guiada pelos afetos na sua captação de sensações. Por isso, muitas vezes, mediante nossas emoções, somos direcionados a ter mais atenção naquilo...