Mulheres dirigiram apenas um quarto dos longas-metragens e um terço dos documentários que foram exibidos nos principais festivais de cinema americanos entre 2016 e 2017, de acordo com uma pesquisa feita pelo Center for the Study of Women in Television and Film na San Diego State University. Mesmo com esses números reduzidos, o estudo aponta um aumento da presença delas.

O relatório constatou que a representação das mulheres como diretoras de filmes independentes exibidos nos festivais aumentou ligeiramente de 28% entre 2015 e 2016 para 29% entre 2016 e 2017 – um aumento de 3,6%. Em relação ao período 2008-2009, o aumento total foi de 32 pontos percentuais. Outro dado digno de nota é que os filmes dirigidos por mulheres são mais propensos a ter profissionais do sexo feminino em outras funções: “em filmes com diretoras, as mulheres eram 74% dos roteiristas, contra apenas 7% em filmes com diretores exclusivamente homens. Elas também representavam 36% dos editores, contra 17% em filmes dirigidos por homens”, detalhou Martha Lauzen, pesquisadora que realizou o estudo.

A pesquisa analisou 1472 filmes exibidos em 23 grandes festivais, incluindo AFI Fest, Festival de Cinema de Los Angeles, Festival de Cinema de Nova York, SXSW Film Festival e Tribeca Film Festival. Aqui é possível conferir o relatório na íntegra.

Facebook Comments