Mestre do cinema italiano, Ettore Scola será o homenageado da semana no Cine & Vídeo Tarumã. O cineclube da Ufam exibe três produções do cineasta. As sessões são gratuitas e acontecem sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras, Setor Norte do Campus da Ufam.

Ganhador do Oscar e Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, “Um Dia Muito Especial” abre a programação nesta segunda-feira (15). O filme se passa em Roma no dia 6 de maio de 1938. Benito Mussolini e Adolf Hitler se encontraram para selar a união política que, no ano seguinte, levaria o mundo à Segunda Guerra Mundial. Toda a população vê o acontecimento, inclusive o marido fascista de Antonietta, uma solitária dona de casa que conhece acidentalmente Gabriele, seu vizinho, quando seu pássaro de estimação foge e ela o encontra pousado na janela do vizinho. Antonietta nunca falara com Gabrielle, que tinha sido demitido recentemente da rádio onde trabalhava por ser homossexual. Ela, por sua vez, era uma esposa infeliz e insegura pelo fato de não ter uma formação profissional. Gradativamente os dois desenvolvem um tipo muito especial de amizade.

Já na quarta-feira (17), o público poderá acompanhar “O Jantar”. O filme se passa nas duas horas em que várias pessoas estão em um restaurante. Neste tempo, os dramas e a vida de vários personagens se revelam, entre eles os da dona do restaurante, de um culto professor que gosta de jogar cartas, de uma quarentona que tem problemas com a filha, e de um professor universitário preso numa complicada relação amorosa com uma de suas alunas.

Por fim, na sexta-feira (19), o documentário “Que Estranho Chamar-se Federico” encerra a programação. Trata-se da cinebiografia do diretor italiano Federico Fellini através da visão de seu grande amigo Ettore Scola, desde os tempos como caricaturista, passando à estreia como roteirista e até a consagração internacional

Facebook Comments