Cannes anunciou hoje, dia 20, a programação da Quinzena dos Realizadores, a mais importante mostra paralela ao festival. A abertura será com a comédia Un beau soleil intérieur, da francesa Claire Denis, velha habitué da Croisette com filmes como Chocolat (1988) e Bastardos (2013). Seu novo longa traz Juliette Binoche e Gérard Depardieu em uma narrativa inspirada no livro Fragmentos de um discurso amoroso, de Roland Barthes.

O encerramento será com Patti Cake$, drama sobre uma jovem branca e gordinha que busca seu lugar no gangsta rap. O filme colheu elogios na última edição do Sundance Festival. Dirigido por Geremy Jasper, o longa tem como uma das produtoras a RT Features, do brasileiro Rodrigo Teixeira.

Outro destaque da seleção é The Florida Project, de Sean Baker, diretor do elogiado Tangerine. A história acompanha um grupo de crianças que aproveita as férias de verão enquanto seus pais passam por sérias dificuldades. No elenco, Willem Dafoe.

O veterano Philippe Garrel, que abriu a seção dois anos atrás com À sombra de uma mulher, volta com L’amant d’un jour, sobre uma jovem na casa dos 20 que volta para casa e descobre que seu pai está saindo com uma garota da sua idade.

Outros veteranos também estão na lista. Abel Ferrara (Bem-vindo a Nova York) participa com o documentário Alive in France, registro de suas andanças em território francês. Já o israelense Amos Gitai (O dia do perdão) estará presente com West of the Jordan River (field diary revisited). Bruno Dumont (Camille Claudel 1915) será representado pelo musical Jeannette, l’enfance de Jeanne D’Arc.

Um filme brasileiro participa da seleção de curtas. É Nada, do mineiro Gabriel Martins. Confira a seleção completa da Quinzena abaixo.

Veja a lista de selecionados:

Longas-metragens

A ciambra, de Jonas Carpignano
Alive in France, de Abel Ferrara
Bushwick, de Cary Murnion e Jonathan Milott
Cuori puri, de Roberto De Paolis
The Florida Project, de Sean Baker
Frost, de Sharunas Bartas
I am not a witch, de Rungano Nyoni
Jeannette, l’enfance de Jeanne D’Arc, de Bruno Dumont
L’amant du jour, de Philippe Garrel
L’intrusa, de Leonardo Di Costanzo
La defensa del dragón, de Natalia Santa
Marlina, the murderer in four acts, de Surya Mouly
Mobile homes, de Vladimir de Fontenay
Nothingwood, de Sonia Kronlund
Ôtez-moi d’un doute, de Carine Tardieu
Patti Cake$, de Geremy Jasper
The rider, de Chloé Zhao
Un beau soleil intérieur, de Claire Denis

West of the Jordan River (field diary revisited), de Amos Gitai

Curtas-metragens

Água mole, de Laura Goncalves e Alexandra Ramires
Copa-loca, de Christos Massalas
Crème de menthe, de Philippe David Gagné e Jean-Marc E. Roy
Farpões, baldios, de Marta Mateus
La bouche, de Camilo Restrepo
Min Börda, de Niki Lindroth von Bahr
Nada, de Gabriel Martins
Retour à Genoa City, de Benoit Grimalt
Tangente, de Julie Jouve e Rida Belghiat
Tijuana tales, de Jean-Charles Hue
Tresnje, de Dubravka Turić

do site Filme B

Facebook Comments