O espião mais lucrativo de cinema pode mudar de patrão. Com o lançamento de 007 Contra Spectre no dia 6 de novembro, encerra-se o contrato da MGM, estúdio dono da franquia James Bond, com a Sony. O acordo englobou os quatro últimos filmes da série, incluindo 007 – Casino Royale, 007 – Quantum of Solace e 007 – Operação Skyfall, este último dono da maior bilheteria entre os filmes da série, com faturamento de mais de US$ 1 bilhão no mundo todo.

Segundo a revista Variety, os diretores da MGM estariam negociando a ida do espião para a Warner, estúdio com o qual já firmou algumas parcerias lucrativas, como a trilogia Hobbit.

A Sony já havia estendido o contrato da franquia Bond com a MGM para a produção dos dois últimos filmes de 007. No acordo, em troca, dava direito à MGM de investir em produções do estúdio, como o remake de O Vingador do Futuro, Anjos da Lei e Millenium: Os Homens Que Não Amavam as Mulheres.

Em abril, um primeiro tratamento do roteiro de Spectre vazou no Sony Leaks, a publicação na internet de inúmeros documentos, arquivos e e-mails confidenciais da Sony.

do site Filme B

Facebook Comments