Uma das atrizes mais populares da atualidade, Gal Gadot está em negociações para estrelar e produzir um longa sobre a relação entre a jornalista Lisa Howard com o ditador cubano Fidel Castro durante a década de 1960. A obra será baseada no artigo “My Dearest Fidel’: An ABC Journalist’s Secret Liaison With Fidel Castro” escrito por Peter Kornbluh. As informações são do site da Variety.

Jornalista da ABC, Lisa Howard teve uma relação muito próxima a Fidel Castro e foi uma figura fundamental para fazer a ligação entre o governo dos EUA com o regime cubano após a Crise dos Misseis em 1962. Três anos depois, ela acabou morrendo devido a uma overdose de analgésicos. O roteiro do filme será feito por Chris Brancato, conhecido pelo trabalho em “Narcos”.

“Quando li o artigo de Peter, fiquei encantada com o seu emocionante relato de uma mulher complicada e fascinante no meio de um drama da vida real de alto risco. Eu soube imediatamente que tinha que me envolver criativamente com a história de Lisa Howard e estou muito feliz por estar produzindo esse filme”, disse Gadot. A atriz será vista nos cinemas mundiais somente em 2019 com o segundo filme da “Mulher-Maravilha”.

Facebook Comments