VENCEDORES DO GLOBO DE OURO 2014

Melhor Filme de Drama – 12 Anos de Escravidão

Melhor Filme de Comédia/Musical – Trapaça

Melhor Diretor – Alfonso Cuarón, de Gravidade

Melhor Ator de Drama – Matthew McConaughey, por Dallas Buyers Club

Melhor Ator de Comédia/Musical – Leonardo DiCaprio, por O Lobo de Wall Street

Melhor Atriz de Drama – Cate Blanchett, por Blue Jasmine

Melhor Atriz de Comédia/Musical – Amy Adams, por Trapaça

Melhor Ator Coadjuvante – Jared Leto, por Dallas Buyers Club

Melhor Atriz Coadjuvante – Jennifer Lawrence, por Trapaça

Melhor Animação – Frozen

Melhor Filme Estrangeiro – A Grande Beleza (Itália)

Melhor Roteiro – Ela

Melhor Trilha Sonora – All is Lost

Melhor Canção Original – Ordinary Love (U2), por Mandela

TV

Melhor Série de Drama: Breaking Bad

Melhor Série de Comédia: Brooklyn Nine-Nine

Melhor Ator de Série de Drama: Bryan Cranston, por Breaking Bad

Melhor Atriz de Série de Drama:Robin Wright, por House of Cards

Melhor Ator de Série de Comédia: Andy Samberg, por Brooklyn Nine-Nine

Melhor Atriz de Série de Comédia: Amy Poehler, por Parks and Recreations

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Telefilme ou Minissérie: Jon Voight, por Ray Donovan

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Telefilme ou Minissérie: Jacqueline Bisset, por Dancing on the Edge

Melhor Ator de Telefilme ou Minissérie: Michael Douglas, por Behind The Candelabra

Melhor Atriz de Telefilme ou Minissérie: Elisabeth Moss, por Top of the Lake =====================================================================================

MELHOR FILME DE DRAMA – 12 ANOS DE ESCRAVIDÃO

Caio Pimenta: “12 Anos de Escravidão” perdeu todos os prêmios (melhor ator coadjuvante, ator, diretor) e venceu o principal deles. Longa retoma força na disputa pelo Oscar, porém, agora abalado pelo crescimento de “Trapaça”.

Diego Bauer: Estava com medo de 12 Years A Slave sair de mãos abanando. Que bom que este filme, que promete ser bastante forte, ganhou este prêmio e permanece como o maior nome para o Oscar junto com, o agora favorito, Trapaça, de David O. Russell.

======================================================================================

MELHOR ATOR DE DRAMA – MATTHEW MCCONAUGHEY, por DALLAS BUYERS CLUB

Caio Pimenta: surpresa da noite. Quando se esperava a vitória de Ejiofor, McConaughey conquista o prêmio. É a hora de Hollywood consagrar uma fase excelente de um astro em recuperação na carreira.

Diego Bauer: A maior surpresa da noite(?). Confesso que estava torcendo para McConaughey. Depois de vê-lo fazendo tanta besteira na carreira poder presenciar o seu renascimento das cinzas, e de maneira tão marcante, é algo bonito de se ver. Pena para Ejiofor, que parecia ter a maior chance de sua carreira até então.

Ivanildo Pereira: Quando ele surgiu Matthew McConaughey foi comparado a Paul Newman… Aí ele passou anos e anos fazendo comédias bobinhas e filmes ruins, até que de dois anos pra cá resolveu atuar pra valer, com grandes trabalhos em Killer Joe, Magic Mike e agora Lobo de Wall Street e neste Dallas Buyers Club que lhe rende um prêmio importante. O que é o dia seguinte para um ator…

Susy Freitas: Matthew McConaughey deveria colocar seu Globo de Ouro em lugar bem visível na sala, para nunca mais esquecer que o seu talento está muito além das comédias românticas mela-calcinha que passou um tempo estrelando. Ao selecionar bons roteiros, ele demonstra talento e ousadia impressionantes!

============================================================================

MELHOR ATRIZ DE DRAMA – CATE BLANCHETT, por BLUE JASMINE

Caio Pimenta: o auge da carreira de uma das melhores atrizes do cinema americano. Assim fica fácil!

Diego Bauer: Barbada. O que dizer? A melhor atuação da melhor atriz de sua geração.

Ivanildo Pereira: Não há como fugir do favoritismo em certos casos… Cate Blanchett é a atriz vencedora do Globo por Blue Jasmine, e não há outra, a mais incrível atuação feminina de 2013.

Susy Freitas: Que Cate Blanchett é uma das melhores atrizes de sua geração, isso já tínhamos notado há mais de uma década. A parceria com Woody Allen em momento inspirado só serviu para que ela tivesse a chance de colocar “as manguinhas de fora” novamente e nos mostrar o que de melhor o cinema norte-americano pode oferecer. Favoritismos a parte, um prêmio merecido.

============================================================================

MELHOR FILME COMÉDIA/MUSICAL – TRAPAÇA

Diego Bauer: O novo queridinho de Hollywood, David O. Russell bateu na trave com o medíocre O Lado Bom da Vida, mas voltou com muita força com Trapaça, e com esse prêmio credencia-se com muita força para o Oscar em março.

Ivanildo Pereira: Trapaça comprova a boa fase de David O. Russell, um diretor que parecia promissor, enfrentou problemas e voltou com força total com O Vencedor. O filme ainda não estreou, mas em breve veremos se seu toque maluco e seu grande elenco funcionaram tanto quanto as premiações estão dando a entender.

Susy Freitas: “Trapaça” não para de confirmar o seu favoritismo ao ganhar mais esse prêmio no Globo de Ouro. O filme parece seguir uma linha ascendente na carreira do diretor David O Russell, que já presenteou o espectador com filmes corretos como “Três Reis”, “O Vencedor e “O lado bom da vida”, todos ímãs de prêmios.

MELHOR ATOR COMÉDIA/MUSICAL – LEONARDO DICAPRIO, por O LOBO DE WALL STREET

Diego Bauer: Melhor ator cômico? Bom, deixa pra lá. Mais uma surpresa(?). Como é bom ver Leonardo DiCaprio vencendo mais um prêmio em sua carreira. Desbancando o favoritíssimo Bruce Dern, DiCaprio sobe mais um degrau na carreira, e faz com que a espera para ver o seu trabalho em O Lobo de Wall Street seja quase insuportável.

Ivanildo Pereira: Leonardo Di Caprio sempre foi meio esquecido nas premiações, mas ele só fica melhor com o tempo. E trabalhando com Scorsese, então… Guiado pelo diretor, foi uma grande atuação atrás da outra, e esta foi reconhecida. Sexta que vem, poderemos conferir esse trabalho…

Susy Freitas: Com a atuação no polêmico “O Lobo de Wall Street”, Leonardo Dicaprio levou o prêmio de Melhor Ator (musical/comédia). Dada a evolução na carreira que Dicaprio construiu desde que foi lançado ao estrelado no bobinho “Titanic”, já se pode julgar que o prêmio foi merecido mesmo sem termos tido a chance de vê-lo no Brasil ainda!

=============================================================================================

MELHOR DIRETOR – ALFONSO CUARÓN, por GRAVIDADE

Diego Bauer: Embora a disputa do prêmio fosse acirrada, ainda assim acreditava numa vitória do favorito Steve Mcqueen. Mas Cuarón tem um trabalho excelente na direção de Gravidade, e o prêmio está em excelentes mãos.

Ivanildo Pereira: ALFONSO CUARÓN merecidamente ganhou o Globo de Ouro por Gravidade. Na sua carreira ele já fez vários filmes especiais e este é mais um, um feito técnico incrível que serve a uma história simples mas extremamente emocionante. Gravidade é um filme para entrar para a história, e o seu realizador também precisa.

Susy Freitas: Alfonso Cuarón vence na categoria de Melhor Diretor com “Gravidade”, o que não foi nenhuma surpresa. Como sempre ressalto, trata-se de um trabalho de excelente execução que conseguiu salvar o roteiro de final ridículo, de forma que, nesse caso, a popularidade do filme não foi o único fator para que ele recebesse tal prêmio.

=================================================================================

PRÊMIO CECIL B. DEMILLE – WOODY ALLEN

Caio Pimenta: como qualquer gênio, Allen tem seus altos e baixos. Porém, um cineasta capaz de ainda trazer obras como “Blue Jasmine”, “Match Point”, “O Sonho de Cassandra”, “Vicky Cristina Barcelona” e, claro, “Meia-Noite em Paris”, somente pode ser reverenciado. Além disso, possui clássicos como “Hannah e Suas Irmãs”, “Manhattan”, “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa” e “A Rosa Púrpura do Cairo”. Falar o que se os filmes dizem tudo?

Diego Bauer: Merecidíssima a homenagem a Woody Allen. Gênio do cinema, dono de um estilo delicioso, inteligente, desafiador, divertido, emocionante, o diretor que é um cinéfilo assumido, igualou-se aos seus ídolos, e tem o seu nome escrito de maneira marcante na história do cinema.

Ivanildo Pereira: Notoriamente avesso a premiações, o lendário roteirista e diretor Woody Allen vai receber o premio Cecil B. De Mille pela carreira nesta cerimonia do Globo de Ouro. Muito provavelmente ele não irá lá pegar, mas sua homenagem com certeza é o ponto alto da noite.

Susy Freitas: Num ano em que Woody Allen se consagra (de novo!) graças a “Blue Jasmine”, nada mais justo que ele receber o prêmio Cecil B. De Mille por sua prolífica carreira. “Annie Hall”, “Love and Death”, “Zelig”, “Vicki Cristina Barcelona”, “Todos dizem eu te amo”, “Manhattan” e muitos outros filmes corriqueiros em listas de “melhores de todos os tempos” foram citados na homenagem, lembrando aos cinéfilos o quanto temos a agradecer ao baixinho Allen!

=================================================================================

MELHOR ANIMAÇÃO – FROZEN

“Frozen” confirma favoritismo, pois, os concorrentes eram bem fraquinhos. Porém, duelo contra “The Wind Rises” continua pelo Oscar e tentar tirar a forma da Academia homenagear Miyazaki será bem difícil.

Por Caio Pimenta

==============================================================================

MELHOR FILME ESTRANGEIRO – A GRANDE BELEZA

Caio Pimenta: “Azul é a Cor Mais Quente” perdeu a chance de se consagrar em Hollywood. Para mim, “A Grande Beleza” é um somente bom filme que retoma o espírito de Fellini. Porém, a obra francesa e “A Caça” eram mais filmes. Uma pena!

Diego Bauer: Desbancando os famosíssimos Azul É A Cor Mais Quente, A Caça e O Passado, A Grande Beleza foi o vencedor de Melhor Filme Estrangeiro. Esse foi um dos que acabei perdendo em 2013. Depois de tantas críticas positivas, e deste prêmio, sinto-me intimado a assistir esse filme.

Ivanildo Pereira: Dos cinco indicados A CAÇA foi o que eu já vi e me impressionou muito. Mas já tinha ouvido falar maravilhas de A GRANDE BELEZA, e como fã de cinema italiano e Fellini, agora ele pulou pro topo da lista de “Para ver”.

Susy Freitas: “A Grande Beleza” merecia um prêmio tão popular como o Globo de Ouro por um motivo quase político: seus concorrentes já vêm conseguindo algum lugar ao sol para chamar a atenção do público (“Azul é a cor mais quente” que o diga, já que impulsionou até campanha para a criação de uma sala de cinema de arte em Manaus). Nesse meio tempo, o italiano acabou ficando um pouco em segundo plano, o que é injusto, dada a grande sensibilidade do filme, que funciona como uma espécie de repaginação do “8 1/2” de Fellini sem perder a identidade própria.

===========================================================================

MELHOR ROTEIRO – SPIKE JONZE, por ELA

========================================================================================

MELHOR ATOR COADJUVANTE – JARED LETO, por DALLAS BUYERS CLUB

Caio Pimenta: tenho minhas reservas quanto a premiações de atores que precisaram fazer um grande sacrifício físico. Acho uma forma preguiçosa dos jurados escolherem seus favoritos, apostando mais no impacto visual do que na atuação em si. De qualquer maneira, ajuda na carreira de Jared Leto que vinha apostando no fraco “30 Seconds to Mars”.

Diego Bauer: Zebraça!!! Achava que daria Fassbender. Mas fico bem satisfeito de ver Leto vencendo. Um ator extremamente interessante, realmente promete uma atuação memorável em Dallas Buyers Club. Espero que com isso ele desista de vez da carreira de cantor.

Ivanildo Pereira: Ainda não vi a atuação de Jared Leto em Dallas Buyers Club, mas ele sempre foi um bom ator (Réquiem para um Sonho, Clube da Luta). Ele se dedicou ao papel, e parece que realmente foi um bom trabalho.

Susy Freitas: Jared Leto levou o seu Globo de Ouro, e conferiremos em breve nos cinemas brasileiros se foi merecido mesmo. “Dallas Buyers Club” traz a transformação física de seus atores como o carro chefe para chamar a atenção, mas não se pode esquecer que Leto é capaz de ótimas atuações quando quer.

==========================================================================

MELHOR ATRIZ COMÉDIA/MUSICAL – AMY ADAMS, por TRAPAÇA

Caio Pimenta: Amy Adams deixou de lado as comédias como “Encantada” e apostou nos últimos anos em dramas como “O Mestre” e “O Vencedor”. Pelo menos, Meryl Streep não venceu em uma categoria que não deveria ser indicada, pois, de cômica a personagem não tem nada.

Diego Bauer: Amy Adams! Achava que daria Meryl Streep. Ainda não pude ver Trapaça, como já disse antes, mas Adams é o típico caso de atriz que evolui muito, muito com o passar dos anos, e não é nenhum absurdo dizer que ela é uma das melhores atrizes de Hollywood. Creio que esse prêmio fará muito bem a sua carreira.

Ivanildo Pereira: Delpy era minha favorita, mas deu AMY ADAMS por Trapaça… Mais um para o filme, que desponta como favorito…

Susy Freitas: Como já era esperado, “Trapaça” abocanha mais um prêmio graças ao seu elenco. Foi um merecido prêmio de Melhor Atriz (musical/comédia) para Amy Adams, que apresenta um padrão de qualidade exemplar em Hollywood.

===============================================================================

CARDÁPIO

Enquanto os prêmios estão saindo, os astros de Hollywood comem muito.

Veja as fotos dos principais pratos servidos na festa do Globo de Ouro 2014!

==================================================================================

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA DE TV – BREKAING BAD

BREAKING BAD é o melhor drama do Globo de Ouro e recebe sua consagração final, merecidíssima. É uma das grandes histórias do nosso tempo, em qualquer mídia. Não há filme americano nos últimos 5 anos que se compare à série.

Por Ivanildo Pereira

============================================================================================

MELHOR ATOR DE SÉRIE DRAMÁTICA DE TV – BRYAN CRANSTON, por BREAKING BAD

BRYAN CRANSTON é o vencedor absoluto do Globo de Ouro, e não havia outro. Desculpas aos demais concorrentes (gente de peso como Spader, Spacey, entre outros), mas não há comparação. Walter White é um personagem para entrar pra história.

por Ivanildo Pereira

=========================================================================================

MELHOR TELEFILME ou MINISSÉRIE – BEHIND THE CANDELABRA

Não podia ser diferente! A direção de arte detalhista, o cuidado técnico de Steven Soderbergh e as atuações de Michael Douglas e Matt Damon fazem de “Behind The Candelabra” uma das grandes obras de 2013. Poderia tranquilamente concorrer entre os filmes, porém, mostra como a televisão está mesmo em fase melhor do que o cinema.

Por Caio Pimenta

==========================================================================

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE – JENNIFER LAWRENCE, por TRAPAÇA

Caio Pimenta: Que fase! Considero Jennifer Lawrence ótima atriz, capaz de mesclar blockbusters como “Jogos Vorazes” com filmes mais adultos do tipo “O Lado Bom da Vida”. Pelo visto, mantém o nível com “Trapaça”, filme previsto para estrear no Brasil no dia 24 de janeiro.

Diego Bauer: Impressionante como Jennifer Lawrence, mesmo aos 23 anos, já é um dos nomes mais fortes de Hollywood. Ainda não podemos ver Trapaça, mas é certo o talento desta jovem atriz.

Ivanildo Pereira: A vitória de Jennifer Lawrence por Trapaça é mais uma consagração pra essa estrela, e indica que o filme deve ganhar mais alguns prêmios.

Susy Freitas: Jennifer Lawrence ganha o primeiro prêmio da noite, o de Melhor Atriz Coadjuvante por “Trapaça”, filme que ainda não estreou no Brasil. Levando em conta os comentários positivos da crítica pelas atuações, podemos esperar mais prêmios para o filme até o fim da noite.

============================================================================================

VESTIDOS DA NOITE DO GLOBO DE OURO

Jennifer Lawrence – Uma Thurman – Olivia Wilde

Emma Watson – Cate Blanchett – Reese Witherspoon

Amy Adams – Taylor Swift – Sandra Bullock

============================================================================================

Hora de Breaking Bad

Parece irreal, mas “Breaking Bad” nunca venceu o Globo de Ouro de Melhor Série Dramática. Mesmo com todo sucesso de público, o programa criado por Vince Gilligan começou a ser indicado a partir da quarta temporada em 2012, sendo derrotado por “Homeland”.

Intérprete de Walter White, o ator Bryan Cranston conseguiu três indicações ao Globo de Ouro de Melhor Ator em Drama. Em todas, ele acabou derrorotado: Steve Buscemi por “Boardwalk Empire” em 2010, Kelsey Grammer por “Boss” em 2011 e Damian Lewis por “Homeland” em 2012.

Não premiar uma série tão bem construída e complexa como “Breaking Bad” seria uma mancha na história da premiação. Comparável às injustiças cometidas pelo Oscar a Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock.

Então, Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood não dê vexame.

========================================================================================

Astros de Hollywood apresentam prêmios do Globo de Ouro

A lista de nomes que vão se revezar na entrega de prêmios e anúncios de filmes durante o Globo de Ouro é imensa.

Se por um lado teremos atores em momentos ótimos (Tom Hanks, Leonardo DiCaprio, Christoph Waltz, Matt Damon), a cerimônia traz astros precisando de recuperação na carreira (Jim Carrey, Liam Neeson, Reese Witherspoon, Drew Barrymore).

Para atrair o público jovem, atores bonitos e novas revelações estarão presentes no evento (Chris Evans, Chris Hemsworth, Emma Watson). O Globo de Ouro 2014 também vai ajudar aqueles sujeitos quase esquecidos da memória coletiva (Orlando Bloom, Chris Evans, Colin Farrell, Uma Thurman).

Veja os principais apresentadores do Globo de Ouro 2014: Robert Downey Jr. , Chris Evans, Jessica Chastain, Jim Carrey, Drew Barrymore, Leonardo DiCaprio, Niki Lauda, Jonah Hill, Aaron Eckhart, Kate Beckinsale, Emma Stone, Sandra Bullock, Christoph Waltz, Zoe Saldana, Tom Hanks, Melissa McCarthy, Chris Hemsworth, Matt Damon, Ben Affleck, Olivia Wilde, Channing Tatum, Liam Neeson, Emma Watson, Mark Ruffalo, Naomi Watts, Reese Witherspoon, Colin Farrell, Mila Kunis, Uma Thurman, Kevin Bacon.

=============================================================================================

A temporada de premiações do cinema americano começa neste domingo com o Globo de Ouro.

O prêmio da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood deve marcar o início da disputa de “Gravidade”, “Trapaça” e “12 Anos de Escravidão” pelo Oscar 2014. Já nas atuação, a expectativa é pela confirmação do favoritismo de Chiwetel Ejiofor e Cate Blanchett nas categorias de melhor ator e atriz, respectivamente.

Por mais que “House of Cards” seja um sucesso no Netflix e Kevin Spacey esteja em um dos melhores papéis da carreira, “Breaking Bad” será consagrado. Nada mais que merecido!

A cobertura em tempo real do Globo de Ouro 2014 inicia agora no Cine Set!

Facebook Comments