Hackers estão pedindo à Disney um resgate para não divulgar o novo “Piratas do Caribe: A vingança de Salazar”. Segundo o site Deadline, o estúdio trabalha com o FBI e não tem planos de pagar uma “enorme quantidade” de dinheiro em Bitcoin.

Os criminosos ameaçam divulgar o filme em partes se sua exigências não forem atendidas. De acordo com o site, o presidente executivo da Disney confirmou a funcionários da ABC, emissora da empresa, que estavam sendo chantageados, mas não revelou qual produção tinha sido “sequestrada”.

A estratégia de não pagar resgate é a mesma utilizada pela Netflix em abril quando hackers exigiram uma quantia para não publicar a nova temporada de “Orange is the new black”.

O quinto filme da franquia de piratas estrelado por Johnny Depp estreia no Brasil no dia 25 de maio. O elenco conta com o retorno de Geoffrey Rush (“O discurso do rei”), Keira Knightley (“Beleza oculta”) e Orlando Bloom (“O senhor dos anéis: O retorno do rei”), e a adição de Javier Bardem (“Onde os fracos não têm vez”) e Kaya Scodelario (“Maze runner: Correr ou morrer”). “A vingança de Salazar” é dirigido por Joachim Rønning e Espen Sandberg, de “Expedição Kon Tiki” (2012).

do site G1

Facebook Comments