Recebi a notícia da morte de Rubens Ewald Filho no meio da arrumação para o lançamento do livro do Cine Set pela Camila Henriques.

A correria e a preocupação em tudo dar certo impediram que o impacto da notícia fosse devidamente processada.

Passado todo o lançamento, a ficha começa a cair: o crítico de cinema mais popular e conhecido do Brasil nos deixou.

O cara dos guias de cinema repleto de dicas e informações preciosas sobre filmes.

O cara com uma memória invejável, sempre sabendo do nome das obras, dos atores, diretores, membros da equipe técnica.

O cara que vi na televisão quando criança, de manhã cedo, falando sobre cinema na Bandeirantes e eu ficava vendo sem entender ainda o motivo daquilo me interessar.

E, claro, o cara do Oscar desde 1985 na televisão brasileira.

Há quem torcesse o nariz para Rubens Ewald Filho por diversos motivos.

Alguns deles justos como, por exemplo, comentários inconvenientes, fora de qualquer análise cinematográfica, e implicâncias bastante pessoais.

Em um deles, ao falar sobre Daniela Vega, atriz de “Uma Mulher Fantástica”, custou a Ewald Filho a presença ao vivo no Oscar.

Esses deslizes, entretanto, não apagam a importância dele.

Rubens Ewald Filho conseguiu levar a crítica de cinema para um público além do cinéfilo.

O modo de explicar as técnicas do cinema e as qualidades de um filme era simples sem ser simplista.

Mesmo falando com um público amplo, Rubens Ewald Filho conseguia manter a acidez e o rigor crítico.

Muito menos tratava o espectador como um bobão, praga da TV atual para falar sobre qualquer assunto, inclusive, o cinema.

Apaixonado pelo cinema, foi muito além da crítica: foi curador dos Festivais de Gramado e Paulínea, além de ter trabalhado como ator e roteirista.

Em 2004, esteve em Manaus para o lançamento e sessão de autógrafos de “O Guia do DVD” durante o Amazonas Film Festival.

Integrante do Cine Set, Ivanildo Pereira conseguiu o exemplar e lembra da simpatia do crítico.

Rubens Ewald Filho deixa um legado fundamental para a crítica cinematográfica no Brasil e caminhos abertos para novas gerações falarem sobre cinema de modo acessível com inteligência e personalidade.

Cine Set 5 Anos – As Sete Perguntas Mais Feitas sobre o Site

Já perdi a conta das inúmeras vezes desta confusão ter acontecido – tem gente, inclusive, da própria equipe que ainda bate cabeça.   Mas, a resposta é: Cine Set.  S-e-p-a-r-a-d-o.   Admito, entretanto, que a nossa logo precisa de uma reforminha para ficar mais claro e...

Quais são os principais estúdios do cinema de Hollywood?

O mundo do cinema está mudando graças às novas tecnologias e às novas formas de se consumir e acessar produtos audiovisuais. Os maiores estúdios de Hollywood estão se virando para se adaptar a essas mudanças, por isso este é um bom momento para analisarmos como eles...

Emmy: As Grandes Polêmicas da História da Premiação

Pâmela Eurídice e Rebeca Almeida falam sobre as principais polêmicas da história do Emmy, o Oscar da televisão mundial. https://www.youtube.com/watch?v=doVv1LhWI4c

Por que é coerente o governo Bolsonaro atacar o cinema brasileiro?

Reside na presidência de Jair Messias Bolsonaro um certo grau de beleza.   É uma beleza doida, sem noção e tentar entender o que ocorre a partir de um padrão lógico é uma tarefa inútil, pois, simplesmente não há.  Bolsonaro, por exemplo, é capaz de jogar fora uma...

Festival de Karlovy Vary: Diário de Bordo – Parte Final

Confira tudo o que ocorreu nos quatro primeiros dias no Diário de Bordo: Festival de Karlovy Vary - Parte 1 O dia 5 começou na Congress Hall do Hotel Thermal com a sessão de "The Father", comédia búlgara que se tornou rapidamente uma das minhas produções favoritas da...

A Disney e os filmes live action

A Disney se tornou uma máquina de produção de remakes live action, e o ano de 2019 promete grandes lançamentos. Para quem não está familiarizado com o termo, live action se refere a trabalhos cinematográficos feitos com atores reais, ao invés de animações, ou algo...

Festival de Karlovy Vary – Diário de Bordo: Parte 1

Morar em uma cidade com amplo acesso ao cinema tem suas vantagens, mas há um quê quase romântico de conferir filmes quando se está longe de casa. Nesse sentido, viajar para um festival é um sonho louco para qualquer cinéfilo: a mistura de um cronograma recheado de...

A Morte de Rubens Ewald Filho, o mais popular crítico de cinema no Brasil

Recebi a notícia da morte de Rubens Ewald Filho no meio da arrumação para o lançamento do livro do Cine Set pela Camila Henriques. A correria e a preocupação em tudo dar certo impediram que o impacto da notícia fosse devidamente processada. Passado todo o lançamento,...

Não, Robert Pattinson, Batman não!

Oi Robert,  tudo bem, cara?  Preciso admitir que te zoei durante muito tempo. Grande parte motivado por causa disso: https://www.youtube.com/watch?v=dQmOIgfgZO4 Cá entre nós, sua atuação em “Crepúsculo” do vampiro brilhoso era ridícula. Você pode ter ganhado milhões...

Duelo ‘Cemitério Maldito’ no Cinema: Original x Refilmagem

Caro leitor, ao entrar neste território de terror você encontrará os mais diversos spoiler por completo dos filmes. Só leia se já estiver assistido ambos. --  “A morte é onde termina a dor e começam as lembranças” é uma das minhas frases favoritas do best-seller...