O Ministério da Cultura informou que a Cinemateca Brasileira têm cópias dos rolos de filme atingidos no incêndio da madrugada de hoje (3). Por volta das 5h30, o Corpo de Bombeiros enviou oito viaturas para combater o fogo no prédio que fica no Largo Senador Raul Cardoso, na Vila Mariana, zona sul paulistana. As chamas foram extintas por volta das 6h. Não houve vítimas.

ATUALIZADA ÀS 11H43

Segundo o ministério, o fogo atingiu a Câmara 3 do depósito de filmes, onde estão as obras em nitrato de celulose. O material é característico da produção cinematográfica brasileira anterior à década de 1950.

De acordo com o órgão, nenhuma outra estrutura foi danificada. Pelo fato de o material ser inflamável, o depósito com essas cópias fica afastado do restante do complexo da cinemateca. As causas do incêndio ainda estão sendo apuradas pelo Corpo de Bombeiros.

Com o maior acervo do gênero da América latina, a Cinemateca abriga cerca de 200 mil rolos de filmes, entre longas, curtas e cinejornais de 30 mil títulos. Além disso, lá estão guardados livros, revistas, roteiros originais, fotografias e cartazes.

Entre as raridades audiovisuais, estão gravações da TV Tupi, a primeira emissora de televisão do Brasil, inaugurada em setembro de 1950 e com as atividades encerradas em julho de 1980. A instituição abriga também obras de ficção, filmes publicitários e registros familiares nacionais e estrangeiros, produzidos desde 1895.

Facebook Comments