O Oscar 1998 quase terminou em briga e somente após 19 anos esta história veio à tona. Ganhador de 11 estatuetas por “Titanic”, James Cameron ficou por pouco de sair no tapa contra o produtor Harvey Weinstein, então todo-poderoso de Hollywood. As informações são do site Entertaiment Weekly.

Em recente entrevista, James Cameron revelou que ao encontrar Weinstein durante a festa do Oscar lembrou o modo como o produtor tratara o amigo diretor, Guillermo Del Toro, nos bastidores de “Mutação”. “Harvey veio até mim e me disse como eu era um artista genial, e então eu disse que eu conhecia como ele era graças à experiência do meu amigo, e isso nos levou ao desentendimento”, declarou. Como arma, o diretor de “Titanic” pensou em utilizar uma das estatuetas do Oscar recebidas naquela noite, porém, o retorno da cerimônia após intervalo comercial impediu o momento digno do programa ‘Casos de Família’.

Se James Cameron está preparando as continuações do sucesso bilionário de “Avatar”, Harvey Weinstein caiu em desgraça após as denúncias de abuso e assédio sexual, além de estupros feitas por várias mulheres em Hollywood.

Facebook Comments