Ganhador do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado neste ano por “Me Chame Pelo Seu Nome”, James Ivory está longe de parar aos 90 anos. Com tanta energia, o diretor/roteirista está disposto a uma difícil missão: convencer Daniel Day-Lewis a deixar a aposentadoria para participar do novo trabalho da carreira. As informações são do site Indiewire.

Atualmente, James Ivory está no roteiro de “The Judge´s Will” a partir de uma história da amiga de longa data, Ruth Prawer Jhabvala, em um filme a ser dirigido por Alexander Payne. O britânico também pretende escrever e dirigir a adaptação do romance “Coral Glynn”, de Peter Cameron, ambientado na Inglaterra na década de 1950. Para tanto, gostaria de ver Daniel Day-Lewis em dois projetos.

Há um detetive afiado na história que combinaria com Daniel Day-Lewis, assim como há partes muito boas para Helena Bonham Carter, Julian Sands e Rupert Graves, agora todos na casa dos 50″, declarou Ivory sobre “Coral Glynn”. “Daniel já se aposentou uma vez, mas, acabou voltando para interpretar Abraham Lincoln. Talvez, ele queira fazer o nosso detetive e estará pronto para ser persuadido a se juntar a seus velhos amigos”, disse.

James Ivory e Daniel Day-Lewis já trabalharam juntos: os dois fizeram o drama de época “Uma Janela Para o Amor”. A produção indicada ao Oscar em 1987 contava com Helena Bonham Carter, Julian Sands e Maggie Smith no elenco.

Facebook Comments