Sete anos depois do lançamento nos cinemas do mundo inteiro, “O Anticristo” está com a proibição na França. A decisão da Justiça do país censura a exibição do filme de Lars Von Trier nos cinemas, televisão e home vídeo. As informações são do jornal inglês The Guardian.

Segundo o The Guardian, a Justiça francesa acatou o pedido da ala ultraconservadora da Igreja Católica francesa, o grupo Promouvoir, que conseguiu a reclassificar o filme para somente maiores de 18 anos. Originalmente, a produção de Lars Von Trier foi lançada no país para o público acima de 16 anos.

A Justiça francesa determinou a censura do filme até uma nova classificação oficial ser determinada. A Corte do país alega que o ministro da cultura da França tenha cometido um erro na decisão da primeira classificação indicativa de “O Anticristo”.

Essa não é a primeira vez que o Promouvoir se envolve em polêmicas com filmes na França. Produções como “Azul é a Cor Mais Quente”, “Ninfomaníaca”, “Cinquenta Tons de Cinza” e “Love”, todas as obras com o sexo como tema central, também sofreram censura em solo francês devido à pressão do grupo ultraconservador.

Dirigido por Lars Von Trier, “O Anticristo” mostra um casal que se isola em uma cabana na floresta para superar o trauma da perda do filho. A situação, porém, se deteriora com muitos abusos e uma relação violenta entre os dois. Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg são os protagonistas do filme.

Facebook Comments