Mesmo sem ter o charme e o talento da parceria Leonardo DiCaprio-Martin Scorsese, a dupla Mark Wahlberg e Peter Berg vem demonstrando sintonia e, principalmente, boas bilheterias em Hollywood. Após “O Grande Herói“, “Horizonte Profundo – Desastre no Golfo” e “O Dia do Atentado“, os dois vão trabalhar juntos novamente para trazer o lendário detetive de Boston, Spenser, às telas da Netflix. As informações são do site Deadline.

Criado pelo escritor Robert B. Parker, Spenser esteve em mais de 40 romances trazendo sempre seu estilo áspero, senso aguçado de humor, código de honra a ser cumprido à risca enquanto solucionava crimes, além de ser um apaixonado por álcool e comida. A cidade de Boston era tão protagonista das tramas quanto o personagem-título. O autor foi responsável por romances que se tornaram sucessos do cinema como “Sobre Meninos e Lobos” e “Medo da Verdade”.

Após a morte de Parker em janeiro de 2010, o escritor Ace Atkins assume o comando da série e “Wonderland” foi o primeiro dos romances. O filme vai diferir do romance na medida em que começa com Spenser saindo da prisão sem sua licença de investigador particular. Aqui, ele é puxado de volta para o submundo do mundo do crime de Boston e acaba descobrindo a verdade sobre um assassinato e toda a conspiração para ocultar a identidade do criminoso. O roteiro fica a cargo de Sean O’Keefe.

Facebook Comments