O ator Elias Gleizer faleceu na manhã deste sábado, 16, no Rio de Janeiro, aos 81 anos de idade. Gleizer estava internado no Hospital Copa D’Or, em Copacabana, desde o dia 6 de maio, após sofrer uma queda de uma escada rolante, que resultou em diversas fraturas nas costelas.

O quadro foi agravado por conta de uma pneumonia e, neste sábado, Gleizer morreu por falência circulatória. A informação foi confirmada pela central de comunicação da Rede Globo, emissora da qual Gleizer era contratado.

Elias Gleizer nasceu em 1934, em São Paulo, filho de imigrantes judeus poloneses. Seu nome de batismo era Ilicz Gleizer. O ator trabalhou em produções no teatro e no cinema, onde participou das comédias Diabólicos Herdeiros (1971), de Geraldo Vietri, e Didi Quer Ser Criança (2004), de Alexandre e Fernando Boury. Sua carreira foi consagrada mesmo na TV, marcada por atuações mais de 50 novelas, séries e minisséries desde o fim dos anos 50, na extinta TV Tupi. Entre elas, seu papel mais recente foi no folhetim das seis Boogie Oogie. Seu carisma e o tipo bonachão o marcaram como um vovô das telinhas.

Elias Gleizer (1934-2015)

Facebook Comments