O clássico do Neo-Realismo Italiano, “Ladrões de Bicicletas”, se tornou uma dor de cabeça para o Netflix. Detentor dos direitos autorais do filme dirigido por Vittorio de Sica, a Corinthin Films está processando o serviço de streaming por fornecer a obra sem os direitos autorais. As informações são do jornal inglês The Guardian.

O processo corre na Justiça Federal americana, em Nova York, e a Corinthin Films alega que, apesar de “Ladrões de Bicicleta” estar em domínio público nos EUA, a versão legendada da obra pertence à empresa.

O imbróglio envolvendo “Ladrões de Bicicletas” em solo americano teve início em 1985 quando a Suprema Corte do país julgou que o filme de Vittorio de Sica deveria ser de domínio público. A decisão foi motivada por nenhum dos interessados se manifestar em registrar os direitos pela obra. O juiz, porém, determinou que as versões legendadas e dubladas podem permanecer sob direitos de autor como uma obra derivada, levando à queixa da Corinth Films.

De acordo com o The Guardian, a empresa está reivindicando indenização por violação de direitos autorais e falsa denominação de origem. A Corinth Films também quer uma liminar na versão legendada do filme. O Netflix ainda não fez nenhum comentário público sobre o caso.

Facebook Comments