Todos os anos, os amantes da cultura pop se voltam para cidade que o T-Rex atacou em 1997, para darem um vislumbre nas próximas atrações. Já se tornou tradição os estúdios utilizarem a feira de quadrinhos como vitrine para exporem seus novos projetos de cinema e televisão.

Quadrinhos, ausência da concorrente da DC, polêmicas e muitos trailers: esse foi um balanço da San Diego Comic-Con 2018.

Abaixo vamos indicar o que aconteceu de melhor e o pior na feira.

O MELHOR


Os Fabulosos X-Men e os Mutantes

É incomum falarmos de quadrinhos aqui no site, mas, estamos tratando de algo que, com certeza, tem a ver com o futuro cinematográfico dos mutantes: o retorno de “Os Fabulosos X-Men”.

Principal título dos mutantes e antigo carro-chefe da editora, “Os Fabulosos X-Men” está de volta e isso pode ter reflexo com a compra da Fox pela Disney.

Primeiro, a Marvel voltou a trabalhar com o Quarteto Fantástico e, agora, começa a dar bola para a turma do professor Xavier novamente (duas marcas que ainda estavam em poder da Fox). Outro anúncio voltado aos mutantes é “X-Men Black” com foco nos vilões que Magneto, Mística, Emma Frost e Fanático, além de Apocalipse.

Já “Deadpool” teve um painel para falar do lançamento do Blu-Ray do segundo filme. O disco terá a versão estendida do filme e a polêmica cena envolvendo o bebê Hitler, retirada dos pós-créditos, foi exibida.

Detalhe: a Fox não falou nada de “X-Men: Fênix Negra” e nem do filme dos “Novos Mutantes”. Dúvidas pairam no ar.


Séries: enxurrada de trailers e novidades das atrações televisivas e streaming

A Comic-Con foi bombardeada de trailers das principais séries baseadas em HQs: “Arrow”, “Flash”, “Supergirl” e “Legends of Tomorrow”.

Exclusiva do novo serviço de streaming da DC, “Titans” chamou atenção pela pegada violenta, o que acabou dividindo parte da audiência. Enquanto isso, a Disney anunciou o retorno de “Star Wars Clone Wars”: os fãs aprovaram, mas, para mim, tanto faz.

“Preacher”, “Legion” e “Gifted” ganharam trailers das novas temporadas; todos aprovados pelo público. “Agents of Shield” surpreendeu ao anunciar Clark Gregg, o Phil Coulson, como diretor do primeiro episódio da nova temporada. O capítulo deve lidar com o estalo de dedo de um certo Titã. Outra série da Marvel a confirmar nova temporada foi “Cloack and Dagger”, adaptação dos heróis Manto e Adaga.

A Netflix deu destaque ao segundo ano de “Punho de Ferro”. Apesar da chuva de críticas negativas, a série foi sucesso de público, segundo a empresa de streaming. A promessa é sanar todos os pontos negativos da temporada anterior como as coreografias nas lutas e o uniforme do personagem. O produtor Jeph Loeb informou que todas as séries da Marvel serão ambientadas antes dos eventos de “Os Vingadores: Guerra Infinita”.

the walking dead

“Riverdale” e “Supernatural” ganharam trailers e painéis com novidades e deixaram os fãs satisfeitos. “The Walking Dead” entrou em clima de despedida com a saída de Andrew Lincoln, o Rick Grimmes.

Parece que o “Dredd” vai ganhar mesmo uma série de TV. Depois de um excelente filme que foi fracasso de bilheteria, mas vem ganhando status de cult e com muitos fãs, parece que o Juíz de Megacity One terá uma série para chamar de sua. Intitulada “Megacity One” o programa já tem o roteiro do episódio piloto pronto.

Achou que não ia falar de “Star Trek”? Não, sem piadas com “Choque de Cultura”.

Segundo o showrunner, Alex Kurtzman, o novo Spock de “Star Trek Discovery” já foi escolhido. A nova temporada dará um destaque ao personagem e promete.

Pra finalizar “Disenchantment”, a nova série de Matt Groenning (criador dos “Simpsons” e “Futurama”) ganhou trailer também.


Trailer de “Vidro”

Com o título nacional de “Vidro”, a Universal soltou o trailer do novo filme do M. Night Shyamalan. O longa junta os personagens de “Corpo Fechado” e “Fragmentado”, o que deixou a galera cheia de ideias e ansiosa. Eu particularmente considero “Corpo Fechado” um filme de super-herói fora de série e fiquei feliz com esse trailer. Não sou um dos maiores fãs de “Fragmentado”, mas acho que essa junção pode render.

Todas as referências aos filmes anteriores – o personagem de Elijah Price (Samuel L Jackson) continua com sua paixão por HQs, Kevin (James McAvoy) com novas personalidades e David Dunn (Bruce Willis), em sua jornada do herói – somado ao encontro do trio em uma instituição psiquiátrica torna o filme imperdível.

O Shyamalanverso promete. Fiquem só com pôster feito pelo Alex Ross para o filme.

Painel da Warner

Se a Marvel apenas homenageou os 10 anos de filmes do estúdio e criou um stand para terapia de pessoas que não superaram o final de “Guerra Infinita”, a Warner fez o dever de casa ao trazer os principais trailers do evento.

“Aquaman”, “Shazam!”, “Godzilla 2”, “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” foram lançados mundialmente. Os filmes dos heróis das HQs chamaram atenção, principalmente, pelas cores e o visual como um todo, além do bom humor – fugindo de vez do padrão Snyder.

Por outro lado, quem esperava, novidades em relação a “The Batman”, “Flash” e o novo “Homem de Aço” saiu decepcionado. Considero uma boa decisão: melhor focar no presente e em coisas concretas, afinal, o estúdio está devendo em relação ao seu panteão de superpoderosos.

Já “Godzilla 2 – O Rei dos Monstros” fez esse velho fã de monstros gigantes feliz. Um vislumbre do monstro e as ameaças da vez ao som de música clássica é de arrepiar. O filme promete entregar quadros para emoldurar e pendurar na parede. A produção, inclusive, ganhou um pôster exclusivo da Comic Com em que Godzilla encara o vilão King Ghidorah.

Não pude deixar de notar um clima Amblim no trailer, talvez por culpa da Millie Bobby Brown (a Eleven de “Stranger Things”) estar no elenco, mas espero que, desta vez, eles mostrem o que o povo paga pra ver, O “Godzilla” de 2014 ficou devendo nesse quesito apesar de ter belas imagens também.

A continuação de “Animais Fantásticos e Onde Habitam” trouxe como novidades o jovem Dumbledore encarnado por Jude Law e Nicolau Flamel, o dono da Pedra Filosofal. O trailer ainda apresenta novas criaturas que devem dar as caras no filme. Já tô na fila também.

O painel da Warner também contou com a presença da Mulher-Maravilha, Gal Gadot, que foi mostrar não um trailer, infelizmente, mas cenas inéditas da continuação. As sequências foram exibidas apenas para os presentes no Hall H, eu não estava lá.

O PIOR

James Gunn demitido

James Gunn não será mais o diretor de Guardiões da Galáxia Vol.3. Tweets antigos e bizarros (leia mais aqui) do diretor foram resgatados e vieram a público. A Disney não pensou duas vezes e mandou o rapaz para o RH.

Com o roteiro do novo filme pronto e as filmagens marcadas, não sabemos quem assumirá o leme da nave, se o roteiro será reescrito e a data de estreia será remarcada. Novidades devem vir nas próximas semanas.

Quem será o novo diretor? Façam suas apostas.

James Gunn iria apresentar um painel no sábado com uma novidade (não relacionada a Guardiões) e, por conta da polêmica, resolveu cancelar a participação no evento. A novidade seria aparentemente a adaptação do mangá “Berserk” a ser dirigida por ele.


Racismo em “Titans”

O trailer da série que vai adaptar os Jovens Titãs para TV poderia ter tido apenas a polêmica do Robin que mandou um “Foda-se Batman” enquanto moía uns bandidos na porrada. Mas, o público teve que dar seu showzinho de asneira em relação a Anna Diop que interpreta a Estelar na série.

Devido aos ataques, a atriz bloqueou os comentários em suas redes sociais e com razão.

Bola fora desses “fãs”.

CONFIRA TODOS OS TRAILERS:
CINEMA

 

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Aquaman

Godzilla 2 – O Rei dos Monstros

Shazam!
TELEVISÃO

 

Arrow

 

Flash

 

Legends of Tomorrow

 

Star Trek Discovery

 

Supergirl

 

Titans

 

E para vocês, quais foram os pontos positivos, negativos e que chamaram a atenção de vocês?

Facebook Comments