A cantora britânica Anohni, primeira transexual a ser indicada ao Oscar, anunciou em sua página oficial no Facebook que não irá à cerimônia da Academia no domingo (28). Nascido Antony Hegarty, Anohni é vocalista da Antony and the Johnsons.

Em um texto bem longo, ela afirma que os organizadores do evento não a convidaram para apresentar a música “Manta Ray”, do filme “Racing Extinction”, pela qual concorre à estatueta de melhor canção original com J. Ralph.

“Eu sou a única artista transexual que já foi indicada para um Oscar, e por isso eu agradeço aos artistas que me indicaram (…) A verdade é que eu não estava preparada para o estrelato e para ser diluída para sua diversão. Como uma artista transexual, eu sempre ocupei um lugar fora do mainstream. Tenho pago com prazer um preço por falar a minha verdade em face da aversão e idiotice”, afirmou.

Ela conclui: “Eles vão tentar nos convencer de que eles têm nossos melhores interesses e sentimentos ao agitar bandeiras de identidades políticas e questões morais falsos. Mas não se esqueça de que muitas dessas celebridades são os troféus de corporações bilionárias cuja única intenção é manipulá-lo a dar-lhes o seu consentimento e o último de seu dinheiro. Elas foram pagas para fazer um pouco de sapateado para ocupar você enquanto Roma arde.”

Segundo a “Variety”, tanto Anohni quanto David Lang, de “Simple Song #3”, do filme “Juventude”, não vão se apresentar por “limitação de tempo” da transmissão do Oscar. No entanto, os famosos Lady Gaga, Sam Smith e The Weeknd, que também disputam a categoria, foram chamados para apresentarem suas músicas durante a festa de premiação.

do site G1

Facebook Comments