Greta Gerwig e Rachel Morrison – ‘Time´s Up’

Já era hora da indicação de uma mulher na categoria de Melhor Direção depois de um jejum de oito anos desde Kathryn Bigelow por “Guerra ao Terror”. Por isso, é tão saudável a nomeação de Greta Gerwig. Mesmo que venha a perder para Guillermo Del Toro (é o mais provável), a presença já é um importante passo rumo à mudança. Acima de tudo, porém, Rachel Morrison, de “Mudbound”, em Direção de Fotografia é algo ainda maior, pois, a presença feminina nas categorias técnicas são ainda muito raras. ‘Time´s Up’!

Trama Fantasma

Nem mesmo o mais otimista cinéfilo imaginava tanto para “Trama Fantasma”. No máximo, indicações para Ator com Daniel Day-Lewis, Trilha Sonora e Figurino. Eis que o Oscar resolveu reconhecer um dos cineastas mais talentosos da atualidade e concedeu seis indicações ao projeto, incluindo Melhor Filme, Direção para Paul Thomas Anderson e Atriz Coadjuvante para Lesley Manville. Deve perder todos (exceto Figurino), mas, só de obter este feito é digno de aplausos.

O Destino de uma Nação

Igual “Trama Fantasma”, “O Destino de uma Nação” estava dando sinais de que pegaria apenas indicações nas categorias técnicas e, claro, para Gary Oldman como Winston Churchill – a maior barbada da noite. Mas, a Academia de Hollywood não seria a Academia de Hollywood sem exaltar filmes britânicos de época. Com isso, “O Destino de uma Nação” conseguiu dar um ‘chega para lá’ em “Eu, Tonya”, “Doentes de Amor” e “Mudbound” arrancando a indicação a Melhor Filme aos 47 minutos do segundo tempo.


Denzel Washington

Denzel Washington ser indicado ao Oscar não chega a ser uma surpresa, afinal de contas, esta é a oitava vez em que ele concorre. Porém, “Roman J. Israel, Esq” estava tão tão tão apagado que era difícil imaginar qualquer possibilidade do ator ser nomeado pelo filme. O destino, então, resolveu entrar em cena para ajudá-lo: um ano fraco de atuações masculinas, Jake Gyllenhaal não cresceu na disputa com “O Que te faz Mais Forte” e James Franco fez besteira e pagou caro pela imbecilidade. Resultado: Denzel no dia 4 de março de smoking em Los Angeles.

Logan

“Logan” já havia dado sinais de que poderia disputar o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado após a nomeação ao WGA na mesma categoria. Mesmo assim, é bonito ver o reconhecimento a uma super-produção que busca entregar muito mais que a maioria dos seus pares lançados ano a ano em Hollywood. Que sirva de estímulo para mais blockbusters desta qualidade.

“Corpo e Alma” e “O Insulto”

A Hungria e o Líbano levaram bons sustos na manhã desta terça-feira. Afinal de contas, tamanho era o favoritismo de “Em Pedaços”, “Desamor”, “Uma Mulher Fantástica” e “The Square” que a sensação de que restava apenas uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro era real. A queda do candidato alemão, porém, abriu a possibilidade para os dois países verem seus representantes no Oscar 2018.

“Victoria & Abdul”

Se a indicação de Judi Dench não veio em Melhor Atriz, “Victoria & Abdul” pode comemorar outros dois feitos. Primeiro, superar rivais como “O Rei do Show” e “Assassinato no Expresso” para obter uma das vagas em Melhor Figurino. A segunda foi a surpreendente indicação a Melhor Maquiagem e Penteado batendo a presença quase certa de “Eu, Tonya”.

 

Facebook Comments