Ganhador de três Oscars na carreira (“Meu Pé Esquerdo”, “Sangue Negro” e “Lincoln”), Daniel Day-Lewis chocou o mundo ao anunciar que “Trama Fantasma”, próximo filme de Paul Thomas Anderson, seria o último trabalho da carreira de ator. Pela primeira vez desde a definição, o astro revelou o que o motivou a tomar esta medida. As informações são do site Entertaiment Weekly.

“Antes de fazer o filme, não sabia que iria parar de atuar. Sei que eu e Paul rimos bastante antes de filmar. E aí nós paramos de rir porque fomos invadidos por uma sensação de tristeza. Isso nos surpreendeu. Não sabíamos o que estávamos dando à luz. Foi difícil viver com isso. E ainda é”, declarou.

Day-Lewis ainda declarou que as dificuldades tanto logísticas quanto psicológicas enfrentadas para fazer “Trama Fantasmas” seguem inexplicáveis. “Ainda não compreendi tudo. Mas essa sensação me invadiu, e continua aqui. Não querer ver o filme é uma decisão conectada à de parar de trabalhar como ator. Mas não é por isso que a tristeza veio para ficar. Isso aconteceu durante as filmagens e eu realmente não sei por quê”, afirmou.

Com estreia prevista no Brasil no dia 22 de fevereiro, “Trama Fantasma” acompanha a história de Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis), um renomado e confiante estilista que trabalha ao lado da irmã, Cyril (Lesley Manville), para vestir grandes nomes da realeza e da elite britânica na década de 1950. Sua inspiração surge através das mulheres que, constantemente, entram e saem de sua vida. Mas tudo muda quando ele conhece a forte e inteligente Alma (Vicky Krieps), que vira sua musa e amante.

Facebook Comments