“Han Solo: Uma História Star Wars” teve uma produção para lá de conturbada. Dupla responsável pelo sucesso de “Uma Aventura Lego”, Christopher Miller e Phil Lord foi demitida durante as filmagens pela produtora e chefe da LucasFilm, Kathleen Kennedy. O motivo seria o caótico ambiente de trabalho com os atores completamente perdidos e o roteiro sendo deixado de lado por diversas vezes. A entrada do diretor Ron Howard (“Uma Mente Brilhante” e “O Código DaVinci”) foi vista como salvadora, pelo menos, na visão de Emilia Clarke, intérprete da personagem Kira. As informações são do site Indiewire.

“Todos os louvores para Kathy por ter contratado Ron. Estava lutando com a Kira por um bom tempo. Meu pensamento era algo como: “eles (Miller e Lord) precisam parar de me dizer que ela tem estilo de filme noir porque não há nada que indique isso. Quando as coisas envolvem muito dinheiro, você está quase esperando que isso aconteça. O dinheiro nos fode, não é? Há muita pressão. Han Solo é um personagem muito amado. Este é um filme realmente importante para a franquia como um todo. É uma tonelada de dinheiro. Uma quantidade absurda de gente. Uma tonelada de expectativas”, declarou.

O filme estreou neste fim de semana e não chegou a fazer o sucesso esperado nos cinemas americanos com arrecadação de US$ 83 milhões, a mais fraca da franquia “Star Wars” nos últimos anos. Depois de “Han Solo: Uma História Star Wars”, Emilia Clarke será vista no suspense “Above Suspicion” e, claro, na oitava e decisiva temporada de “Game of Thrones“.

Facebook Comments