A tour de divulgação de “Liga da Justiça” está colocando Ben Affleck contra as cordas. Parceiro de longa data de Harvey Weinstein e irmão de Casey Affleck, ambos acusados de abusos sexuais contra as mulheres, o atual Batman vem enfrentando questões de jornalistas sobre o problema que foi escancarado em Hollywood após denúncias de diversas vítimas.

Em entrevista ao programa de televisão “Today”, Ben Affleck admitiu que sabia das atitudes inaceitáveis de Harvey Weinstein. “Eu sabia que ele era desprezível e amedrontador, mas, infelizmente, isso não era algo incomum naquela época”, disse. Ao lado de Matt Damon, o ator surgiu em “Gênio Indomável”, sucesso produzido pelo ex-todo-poderoso de Hollywood. O diretor de “Argo” utilizou a inexperiência na indústria do cinema como justificativa para se aliar ao executivo.

Ben Affleck voltou a afirmar que irá doar o lucro que teve dos filmes produzidos por Harvey Weinstein para instituições de caridade. Por fim, o astro de “Liga da Justiça” declarou que vai se engajar para exterminar o abuso e assédio sexual em Hollywood. “Acho que a coisa mais importante a se fazer é apoiar as vítimas que estão vindo à tona, acreditar nelas e lutar pela criação de um cenário em que elas sejam mais emponderadas e com menos riscos destes tipos de crimes acontecerem”, completou.

Facebook Comments