O ator Arnold Schwarzenegger admitiu neste sábado (27), em entrevista exclusiva à agência Efe, que não gostou do longa “O Exterminador do Futuro: A Salvação”, filme de 2009, o quarto da franquia iniciada três décadas e meia atrás, e que está sendo retomado neste ano.

“Não gostei. Não funcionou para mim”, disse o astro nascido na Áustria e que se naturalizou americano.

Schwarzenegger disse que sequer se lembra do papel que seu personagem teve no filme, no qual aparece graças à inserção digital de seu rosto, para uma luta com o personagem John Connor (Christian Bale).

O astro confirmou que foi contatado diversas vezes para participar das filmagens de “A Salvação”, mas teve que recusar por causa das obrigações como governador da Califórnia.

“Não tinha tempo para pensar em algo assim. Um trabalho como esse (de governador) é arrasador”, explicou.

À Efe, Schwarzenegger contou que apenas em 2013, bem depois de a Paramount decidir retomar a franquia, apareceu um roteiro que o interessou.

“David Ellison (o produtor) me enviou e chamei o estúdio para lê-lo. Disse que era um grande roteiro e fiz algumas anotações para realizar mudanças. Acho que a história, a ideia, se encaixava para mim, então, nos sentamos, repassamos página por página e tudo evoluiu”, disse o protagonista da série.

Em “O Exterminador do Futuro: Gênesis”, a história da guerra entre homens e máquinas criadas por James Cameron em 1984, sofre uma espécie de reinício, apresentando uma realidade diferente à narrada em “O Exterminador do Futuro” e “O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final”.

Schwarzenegger explicou que sua maior preocupação é que, no novo longa, seu personagem fosse fiel às sequências anteriores, e que as principais modificações que sugeriu aconteceram na descrição de cenas de ação.

“Quando há um tiroteio, um humano dentro de um carro tentaria quebrar a janela para disparar, mas o Exterminador arrancaria o teto. Os roteiristas às vezes não entendem isso. O mesmo acontece nas brigas. Se o corpo do Exterminador se choca contra um carro, não bate e cai no chão, e sim parte o carro em dois”, disse.

Encerrado o roteiro, o estúdio contratou o diretor Alan Taylor, e definiu o elenco, que conta com Emilia Clarke, como Sarah Connor, Jason Clarke como John Connor, Jai Courtney como Kyle Reese, e J.K. Simmons como O’Brien.

“Em janeiro de 2014, logo depois do Natal, comecei a trabalhar com o coordenador de sequências de risco”, explicou o astro de “Conan, o Bárbaro” e “Predador”.

No passo seguinte, Schwarzenegger disse ter se preocupado com a atuação, já que voltaria a interpretar um personagem que, pelo fato de ser um robô, não fala, nem age de forma diferente.

“Nesse quinto filme, ele é o mesmo, mas desta vez estou lutando para salvar a raça humana”, disse o ator, que não descartou que esta seja a sua última aparição na sequência.

da Agência EFE

Facebook Comments