Lançado há alguns meses, “Os Mercenários 3” não foi o sucesso que seus realizadores esperavam e ficou abaixo da arrecadação dos dois primeiros longas da franquia. Vários motivos foram apontados para tal: o vazamento on line do filme pouco antes da estreia; o excessivo destaque dado aos membros mais jovens do esquadrão dos Mercenários – já que o atrativo da franquia é a possibilidade de rever os velhos astros do cinema de ação – e, claro, a censura mais branda. Nos Estados Unidos, “Os Mercenários 3” recebeu a classificação PG-13 (menores de 13 anos podem entrar acompanhados de responsáveis), enquanto os dois primeiros foram classificados com “R” (restrito para menores de 17 anos).

Agora, o astro do filme e idealizador da franquia, Sylvester Stallone, se manifestou numa entrevista na qual chamou a censura PG-13 de “um erro horrível”. O ator falou: “A censura leve com certeza nos prejudicou. Todo mundo queria alcançar um publico maior, mas ao fazer isso diminuímos a violência que nossa audiência espera”. E sempre otimista, Stallone completou afirmando: “Tenho certeza que isso não acontecerá novamente”, indicando pela primeira vez a possibilidade de um “Mercenários 4”.

Stallone também falou sobre a oferta feita a Mel Gibson para que este assumisse a direção do longa. “A princípio, eu queria que Mel Gibson dirigisse, porque ele é um cineasta extraordinário. Mas depois de muitas discussões, acabou não acontecendo. Então ele disse que queria estar no filme e interpretar o vilão. Minha resposta foi um sonoro ‘Sim'”.

“Os Mercenários 3” está sendo lançado em DVD e Blu-ray nos EUA e não tarda a sair no Brasil também. Enquanto isso, ainda não há planos oficiais do estúdio Lionsgate para um quarto episódio da franquia.

Facebook Comments