“A Bruxa” surpreendeu o mundo em 2016 e foi um dos principais lançamentos do cinema de horror daquele ano. Agora, a dupla responsável pelo sucesso do projeto, o diretor Robert Eggers e a atriz Anya Taylor-Joy estão prestes a mexer em um clássico do gênero: a dupla está cotada para fazer o remake de “Nosferatu”. As informações são do site da Variety.

Clássico símbolo do expressionismo alemão, “Nosferatu” foi dirigido por F.W Murnau em 1922. A produção trazia a história de Hutter (Gustav von Wangenheim), agente imobiliário, que viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock (Max Schreck), que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen (Greta Schröder), a esposa de Hutter, pois Orlock está atraído por ela. O filme já ganhou uma versão, em 1979, comandada por Werner Herzog.

Diretor de “Esqueceram de Mim” e dos dois primeiros filmes de “Harry Potter”, Chris Columbus será o produtor executivo. Anya Taylor-Joy está com agenda apertada: a atriz é presença garantida em “X-Men – Os Novos Mutantes” e “Glass”, continuação de “Fragmentado” e “Corpo Fechado”.

Facebook Comments