Brincadeiras tradicionais da cultura popular amazônica ganham as telinhas de todo o país na estreia do desenho animado Brinquedonautas, produção inédita que a TV Brasil apresenta a partir desta segunda (18), às 8h30.

O seriado paraense mostra aventuras de cinco crianças em histórias que estimulam a inclusão social. A obra vai ao ar de segunda a sexta, sempre em mesmo horário, com dois episódios em sequência, na faixa TV Brasil Animada.

Em 13 edições de sete minutos, a animação independente resgata diversas brincadeiras de rua praticadas pela garotada na Região Norte do país. A proposta é compartilhar as experiências desse universo lúdico da infância local para a juventude brasileira por meio da produção realizada pelo estúdio Iluminuras.

As tramas que destacam essa riqueza cultural acompanham um grupo de crianças que viaja a bordo de um fantástico zepelim que também é uma brinquedoteca flutuante. Por onde passam para conhecer brincadeiras, Malu, Dara, Zeca, Gui e Tuti aprendem divertidas maneiras de se divertir.

Valorização do folclore regional

A turminha vai desembarcar do zepelim em vários lugares da Amazônia para brincar e conhecer atividades típicas da região. Os personagens percorrem cidades, mas também fazem amizades com jovens que residem próximos aos rios, nas aldeias indígenas e até em comunidades quilombolas.

A animação destaca manifestações folclóricas como Marabaixo, Boi de Máscaras e Carnaval no Mangue. Destaque, ainda, para brincadeiras como Piões de Babaçu e ciranda, além daquelas que têm outros nomes ao redor do país como as petecas de Belém, mais conhecida como bolinha de gude.

O desenho encoraja as relações sociais entre os pequenos. Aborda, também, relação entre tecnologia e passatempos manuais. A criançada experimenta atividades ao ar livre na natureza brincando de barquinhos, aviões, pipa e até fantasias com folhas. Eles também se entretêm com jogos de tabuleiro.

Personagens promovem inclusão social

Além de incentivar a descoberta de brincadeiras curiosas e fomentar a prática de atividades ao ar livre, as histórias buscam mostrar com naturalidade a importância da inclusão social. A série tem personagens com necessidades especiais que encaram essas condições com autonomia em seu cotidiano.

As características que distinguem os protagonistas da trama fortalecem a interação entre eles. Essas diferenças se complementam e enriquecem o convívio das crianças. As limitações físicas ou intelectuais não impedem os jovens de viverem uma infância bastante animada.

Cadeirante, Zeca é um menino muito corajoso, aventureiro e cheio de ginga que contagia a todos com sua alegria e otimismo. Ele adora brincadeiras que envolvem esportes. Malu tem grande sensibilidade artística, fala libras e usa um aparelho auditivo. Ela se aborrece quando bagunçam seus desenhos.

Engraçado e atrapalhado, Gui tem uma prótese colorida em um dos braços. Ele é muito companheiro e sabe rir de si mesmo. Dara é uma menina muito inteligente e independente que adora aprender. Já Tuti é o mais tímido da turma. Inventivo e genial, ele está no espectro autista que não fica explícito na série.

SERVIÇO

– TV Brasil Animada – segunda a sexta, das 7h30 às 9h45, das 10h às 19h, das 21h30 às 22h30; sábados, das 10h às 14h; domingos, das 11h às 15h.

 Brinquedonautas – segunda a sexta, às 8h30, na TV Brasil.

com informações de assessoria

Mostra online de cinema de horror brasileiro ganha mais cinco dias

Depois de quase um mês dedicado aos filmes de terror brasileiros a mostra macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo, promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil, vai oferecer uma segunda chance para o público assistir aos filmes. De 25 a 29 de novembro, a mostra...

Festival Curta Cinema apresenta melhor do cinema brasileiro e mundial

O Festival Curta Cinema – Festival Internacional de Curtas-Metragens do Rio de Janeiro chega a sua 30ª edição, trazendo o mais significativo das produções dentro e fora do Brasil, agora totalmente online. De 20 a 28 de novembro, as Mostras Competitiva Nacional e...

Candidato do Brasil no Oscar 2021, ‘Babenco’ estreia em Manaus nesta quinta

O premiado "Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou" chega aos cinemas de Manaus nesta quinta-feira (26). A produção dirigida por Bárbara Paz será o representante do Brasil no Oscar 2021 de Melhor Filme Internacional e ganhou o prêmio de Melhor...

Gravado em Manaus, ‘A Febre’ ganha distribuição nos EUA

"A Febre" pode até não ter conseguido a vaga brasileira para o Oscar 2021, porém, isso não significa que a produção de Maya Da-Rin ficará fora do circuito norte-americano. Distribuidora baseada no Brooklyn, a KimStim adquiriu os direitos do longa para os EUA. O filme,...

UCI em Manaus abre reservas para sessões privadas com até 20 pessoas

Em meio ao caos instalado na pandemia da COVID-19, as redes de cinema tentam achar estratégias para atrair o público da volta às salas. A UCI, por exemplo, lançou o projeto 'Sessão Amigos' em que se pode reservar uma sala de forma exclusiva para até 20 pessoas. Os...

‘À Luz Delas’ aborda trajetórias de grandes mulheres na direção de fotografia no Brasil

Oito histórias não contadas de grandes nomes do audiovisual nacional ganham destaque no novo documentário “À Luz Delas”, de Nina Tedesco e Luana Farias. Baseado na pesquisa “Mulheres atrás das câmeras: inícios de uma trajetória“, realizada desde 2014 na Universidade...

Cineamazônia 2020 seleciona ‘O Barco e o Rio’, ‘Zana’ e ‘O Príncipe da Encantaria’

O audiovisual do Amazonas estará em dose tripla no Cineamazônia – Festival de Cinema Ambiental 2020: "Zana - O Filho da Mata", de Augustto Gomes; "O Barco e o Rio", de Bernardo Ale Abinader; e "O Príncipe da Encantaria" estão selecionados para as mostras competitivas...

Tradicional Cine PE seleciona ‘Manaus Hot City’ para edição 2020

Dirigido e roteirizado por Rafael Ramos, "Manaus Hot City" segue colecionando participação em importantes festivais do circuito brasileiro. A produção, agora, está selecionada para o tradicional Cine PE 2020. O evento terá edição online, em parceria com o Canal Brasil...

‘Epidemiya’: a série que Stephen King recomendou em seus tweets

Com as salas de cinemas fechadas, plataformas de streaming se tornaram uma das principais formas de entretenimento. Para um público de cinéfilos que não abriram mão de continuar assistindo seus filmes, ou simplesmente, para pessoas com mais tempo diante da televisão. ...

‘Manaus Hot City’ e ‘O Barco e o Rio’ representam Amazonas em festival no Rio de Janeiro

O cinema do Amazonas estará em dose dupla no Festival Curta Cinema 2020: "Manaus Hot City" e "O Barco e o Rio" fazem parte da Mostra Competitiva Nacional ao lado de outras 31 produções. Os dois filmes são os únicos da Região Norte do Brasil de uma lista composta...