Até o jeito como David Lynch filma uma explosão é estranho. Um carro explode no quinto episódio da nova Twin Peaks, e bem na hora do estouro há um corte brusco que nem mostra o acontecimento direito. Há muitas coisas que ainda não entendemos: Por que o carro explodiu? Por que os gangsteres estão atrás do Dougie? E os detalhes do caso de assassinato? Por que diabos o major Briggs fica sendo mencionado?… Lynch e Mark Frost não têm pressa. Tudo será explicado. Ou não.

E sobre o Dougie, ele pouco a pouco descobre uma nova vida, mas pedaços da antiga começam a vir à tona: ele repete as palavras “café”, “agente” e “arquivos do caso”. Lynch também não tem pressa em fazer Cooper voltar a ser ele mesmo – quando isso acontecer, provavelmente também será explosivo. Num episódio preocupado com veículos, é curioso notar o paralelo com os próprios “veículos” da história do seriado, figuras que habitam ou buscam habitar outros corpos. No momento mais assustador do episódio, o Cooper maligno olha num pequeno espelho dentro da sua cela, pelo que parece ser uma eternidade. Ficamos esperando ver alguma coisa, e vemos um reflexo do passado no que parece uma sobreposição do rosto do inesquecível Frank Silva sobre o rosto de Kyle MacLachlan. Se ainda havia alguma dúvida, não há mais: Bob ainda está aproveitando esta carona.

Considerações sobre o chihuahua mexicano:

  • Mais velhos conhecidos aparecem pela primeira vez: Mike (Gary Hershberger), Norma (Peggy Lipton) e Nadine (Wendy Robie).
  • Norma e Shelly ainda trabalham no restaurante. 26 anos como garçonete, deve ser um recorde mundial para a Shelly. E a personagem Becky (Amanda Seyfried) é filha dela. Com Bobby, né? Eles se separaram? Hmmm…
  • Aliás, Becky cheira cocaína e transmite uma vibe “jovem Laura Palmer”.
  • Cigarros Morley apareceram ou foi impressão minha? Morley era a marca de cigarros do vilão Canceroso em Arquivo X.
  • O personagem do ator Caleb Landry Jones é creditado como Richard Horne! A decepção da família?
  • A cena da ligação telefônica do Cooper do mal foi a segunda mais assustadora do episódio. MacLachlan está fantástico, tanto neste papel como no do Dougie.
  • Pelo menos um mistério já foi resolvido: Para que servem as pás douradas do dr. Jacoby.

Facebook Comments