Demorou, mas, Uma Thurman se posicionou em grande estilo contra Harvey Weinstein. Em uma mensagem especial de Dia de Ação de Graças para os seguidores no Instagram, a atriz fez referência à personagem de A Noiva em “Kill Bill” e aproveitou para criticar o ex-todo-poderoso de Hollywood. As informações são do site Deadline.

““Eu sou grata hoje por estar viva, para todos aqueles que amo e todos aqueles que tiveram coragem de demonstrar apoio pelos outros. Eu disse que estava brava recentemente e eu tenho algumas razões. Eu sinto que é importante ter seu tempo, ser justo e exata, então… Feliz Dia de Ação de Graças a todo mundo! (Exceto você Harvey e todos os seus conspiradores doentes – que agradeço por estar diminuindo – você não merece uma bala), declarou. Thurman ainda usou a #metoo o que indica que ela também sofreu assédio.

Uma Thurman e Harvey Weinstein trabalharam juntos nos clássicos de Quentin Tarantino como “Pulp Fiction – Tempo de Violência” e nos dois volumes de “Kill Bill”. Atualmente, ela está em cartaz na Broadway com a peça “The Parasian Woman”.

Facebook Comments