A Paramount Pictures está desenvolvendo uma cinebiografia do pai do reggae, Bob Marley, com produção do filho do música, Ziggy Marley. Nenhum diretor, roteirista ou produtor ainda está associado ao projeto. As informações são do site da Variety.

Nascido em fevereiro de 1945 na cidade de Saint Ann, na Jamaica, Bob Marley cresceu apenas com a companhia da mãe, pois, o pai abandonou a esposa no dia seguinte ao casamento. Ao se mudar para a maior favela do país, ele passou a ser rejeitado pelos moradores locais por ser baixo e mulato enquanto a maioria era negra. Com independência jamaica e o forte movimento nacionalista, o adolescente resolveu investir na música trabalhando também de soldador para agradar a mãe. Em 1963, fundou a banda Wailing Wailers com o apoio do percussionista rastafári Alvin Patterson e se tornou a referência musical do jovem país.

A banda chegou ao fim após a desistência dos amigos e, em 1966, embarcou para uma viagem de oito meses aos EUA para tentar a vida. Quando retornou à Jamaica, a cultura rastafári tinha voltado com mais força após a visita do imperador da Etiópia. Formou o The Wailers e com a união ao produtor Lee Perry, Bob Marley criou clássicos como “Soul Rebel”, “Duppy Conqueror”, “400 Years” e “Small Axe”. Outro produtor, Chris Blackwell, conseguiu fazer o músico estourar mundialmente a partir dos anos 1970 com hinos como “No Woman no Cry” e  “Get Up, Stand Up”. Sobreviveu a um atentado na Jamaica em 1976, porém, acabou morrendo vítima de um cancro de pele no dia 11 de maio de 1981.

Além desta cinebiografia, a Universal Music Group em parceria com a Twentieth Century Fox Animation estão fazendo uma animação baseada nas canções clássicas de Bob Marley. O projeto descrito como uma carta de amor ao músico jamaicano e ao país da América Central está sendo escrito e produzido por Kenya Barris.

Facebook Comments