Manaus continua longe do circuito de filmes alternativos e de arte do Brasil. Com isso, grandes longas como “Boyhood”, “Relatos Selvagens”, “O Lobo Atrás da Porta”, “O Congresso Futurista”, “Bem-Vindo a Nova York” não conseguem espaço nas salas do Cinépolis, Cinemark, Playarte e Kinoplex.

Susy Freitas e Gabriel Oliveira debatem o assunto no mais novo videocast do Cine Set.

Facebook Comments